Home - Opinião - …excluindo qualquer aspirante a desportista…. Autor: Nuno Rafael Dias.

…excluindo qualquer aspirante a desportista…. Autor: Nuno Rafael Dias.

É com sincero orgulho que felicito o novo membro com direito a voto, no Conselho Municipal da Juventude (CMJ), a Associação de Estudantes da EPTOLIVA, instituição com elevado peso no seio da juventude oliveirense e que representa muitos dos nossos jovens e outros que apenas por cá estudam. A propósito do último CMJ e, apesar de algumas intervenções menos meritórias de alguns e posturas menos elegantes de outros, enfim, apesar da crispação que por lá se verificou, espero sinceramente que no próximo CMJ tudo esteja devidamente sanado, através de um diálogo próprio e não de um diálogo político, já que aquele órgão está ao serviço dos jovens e não da política nacional ou concelhia.

Gostaria de, nesta pequena declaração, expressar de modo claro o maior enlevo pelo estado de sítio que envolve o nosso concelho, especialmente pela esperança no futuro que, de algum modo, qualquer jovem oliveirense pode almejar, isto claro, excluindo qualquer aspirante a desportista, pois aí o investimento municipal desta cidade, se é que assim se pode chamar, olhando para a inércia económica que por aqui vai passando…não falta! Observo, pávido e surpreso, à avultada quantia que, em mais um Orçamento Municipal, vejo ser desbaratada em desporto e em associações de interesse ambíguo para os jovens oliveirenses, que em nada contribuem para a criação de emprego e desenvolvimento económico concelhio.

Além da natural preocupação que tenho com os sucessivos investimentos que vão escapando ao nosso município para concelhos vizinhos, como Nelas ou Tábua, fico, na minha posição de líder de uma instituição ao serviço dos jovens, decepcionado com a falta de opções que o nosso agrupamento de escolas pode oferecer a qualquer aluno. Uma vez ingressado na nossa escola, qualquer aluno vê goradas quaisquer oportunidades de estudo a nível não profissional para além de «letras» e «números». Vejo, ano após ano, colegas a procurar um novo rumo, desistindo do nosso concelho, fugindo para Seia, Tábua ou Coimbra.

É triste, tudo isto, para um simples jovem oliveirense que busca algo diferente para os jovens do Concelho, e que cresceu habituado a ver Oliveira do Hospital como uma referência, tanto a nível económico como a nível académico.

foto_0624Autor: Nuno Rafael Dias,

presidente da Juventude Popular de Oliveira do Hospital

LEIA TAMBÉM

Tabaco: o inimigo mortal da saúde cardiovascular. Autor: João Brum Silveira

Todos os anos quase dois milhões de pessoas morrem devido ao tabaco, refere o relatório …

 Milhões de euros em «derrapagens» por Oliveira do Hospital. Autor: Carlos Martelo

Há quem diga que as «derrapagens» em prazos de execução de várias obras municipais pretendem …