Home - Sociedade - Saúde - Faleceu, aos 91 anos, o cirurgião e empresário agrícola oliveirense António Lobo Vaz Patto

Faleceu, aos 91 anos, o cirurgião e empresário agrícola oliveirense António Lobo Vaz Patto

O conhecido médico cirurgião, António Lobo Vaz Patto, natural de Galizes, concelho de Oliveira do Hospital faleceu ontem, um dia depois de completar 91 anos. Fundador da empresa Dos Lobos era licenciado em Medicina Universidade de Coimbra e exerceu nos Hospitais da Universidade de Coimbra, os quais abandonou para exercer funções no Hospital da Fundação Aurélio Amaro Diniz, em Oliveira do Hospital.  Antes, porém, ficou conhecido em 1969 quando integrou a primeira equipa que leva a efeito o primeiro transplante renal em Portugal, ficando conhecida pelos 11 magníficos.

António Lobo Vaz Patto nasceu a 2 de Maio de 1931 em Galizes, no seio de uma família ligada à medicina e alquimia uma vez que tanto o seu pai como os seus dois avós eram médicos, assim como, proprietários de herdades. Ainda novo, devido à doença grave do seu pai, sentiu-se na obrigação de também dimensionar o seu interesse e aprofundar o seu conhecimento pela agricultura e pecuária, e toda a sua envolvência.

Já noutra vertente da sua vida, e da qual acaba então por se tornar um confesso apaixonado e entusiasta, ajuda a criar estruturas de apoio à pastorícia, tornando-se um estudioso das ovelhas bordaleiras e do queijo DOP Serra da Estrela, o qual é ainda hoje também produzido e comercializado, de entre outros produtos endógenos, através da sua empresa familiar “Dos Lobos”, sediada em Gramaços, localidade onde residia.

Profissionalmente além das funções de médico e cirurgião, torna-se empresário nas áreas agrícola, florestal, vitivinícola, olivícola e da pecuária, contribuindo para a sua preservação e valorização. Assim como, na área do Turismo Rural.

Durante o seu percurso, foi ainda, ocupou, entre outros cargos, o de Director Clínico da Fundação Aurélio Amaro Diniz; Fundador e Director da ARCIAL – Associação para Recuperação de Cidadãos Inadaptados de Oliveira do Hospital; Fundador e Presidente da Direcção da Associação Nacional de Criadores de Ovinos da Serra da Estrela – ANCOSE; Confrade Fundador da Confraria do Queijo Serra da Estrela; Presidente da Mesa da Liga de Amigos da Fundação Aurélio Amaro Diniz; Presidente da Assembleia Geral da Caixa de Crédito Agrícola Mútuo de Oliveira do Hospital; Fundador e Presidente da Assembleia Geral da CAULE – Associação Florestal da Beira Serra; Fundador e Director da Estrelacoop – Cooperativa dos Produtores de Queijo Serra da Estrela.

Foi reconhecido e agraciado pelo Município de Oliveira do Hospital e como Sócio Benemérito pela Associação Desportiva de Gramaços.

Em termos bibliográficos é autor dos livros “Com os pastores também se aprende”, de 2012, e de “30 maneiras de fazer queijo”, de 2014, ambos editados pelo Município de Oliveira do Hospital. Colaborou ainda na elaboração do Grande Livro Queijo Serra da Estrela.

Muitas instituições já manifestaram o seu pesar pelo falecimento de António Lobo Vaz Patto. “A Estrelacoop presta um merecida Homenagem a um Grande Homem. Todos os produtores de leite e produtores de Queijo DOP Serra da Estrela só podem estar gratos. É a nossa obrigação de preservar o seu Grande Legado!”, refere por exemplo a Estrelacoop. Já o vice-presidente da CM de Oliveira do Hospital, Nuno Filipe Oliveira, depois de fazer uma longa descrição da vida e feitos do empresário na sua página do facebook, conclui: “Em suma, um homem sempre presente. Doutor, foi um prazer conhecê-lo. Pessoalmente, sentida estima, e grato como oliveirense”.

LEIA TAMBÉM

Ex-secretário de Estado das Obras Públicas Paulo Campos ganha 6000 euros em teletrabalho nas Águas de Portugal

O oliveirense e socialista Paulo Campos trabalha na Águas de Portugal desde 1996 e, a …

AD preocupada com o estado da saúde em Oliveira do Hospital

Rita Júdice diz que a sua lista pretende lutar pela conclusão do IC6 até à …