Home - Últimas - Fernando Ruas diz ser possível conseguir fundos europeus para construir auto-estrada alternativa ao IP3

Fernando Ruas diz ser possível conseguir fundos europeus para construir auto-estrada alternativa ao IP3

O presidente da Câmara de Viseu, Fernando Ruas, que é possível obter em Bruxelas fundos para a construção de uma auto-estrada alternativa ao Itinerário Principal (IP) 3, por ser um “caso excepcional” que poderá beneficiar de fundos comunitários. O autarca social-democrata, que esteve na semana passada em Bruxelas, reconheceu que existem “entraves a mais estradas em Portugal”, mas apenas “desde que as mesmas não sejam devidamente justificadas”. Daí o desafio a António Costa e ao seu Governo.

Fernando Ruas, citado pelo Jornal do Centro, contou ter obtido essa informação “da parte do responsável pela política regional”, o que significa que, “de uma forma geral”, Portugal não poderá ter dinheiro para mais estradas, mas há excepções. “Apresentem essa proposta em Bruxelas e façam uma auto-estrada entre Viseu e Coimbra que seguramente terá financiamento europeu”, frisou. “O senhor Primeiro-ministro, com a responsabilidade e com o prestígio que tem na União Europeia, pode arranjar um bocadinho para justificar que pode ser uma daquelas excepções de estradas que pode ser construída com apoios comunitários”. “Haja coragem e determinação para o fazer”, frisou.

O dinheiro para as estradas, segundo Fernando Ruas, acabou “quando o litoral e as áreas metropolitanas estavam servidos”. “Há alguém neste país, e sobretudo que vive em regiões como a nossa, que comungue da ideia de que não precisamos de mais estradas?”, questionou, considerando que elas não são precisas é onde já há “um novelo” de estradas, como nas zonas do Carregado e do Porto.

Neste âmbito, considerou que não faltam argumentos para o primeiro-ministro apresentar em Bruxelas. “Querem uma estrada onde morre mais gente, conhecida pela estrada da morte?”, perguntou o autarca de Viseu, lembrando que nela circulam muitos veículos “para procurar serviços de saúde”, concretamente em Coimbra, visto que não existem em Viseu.

Fernando Ruas sugeriu mesmo que o Governo de António Costa ouça as declarações do Presidente da República quando se deslocou a Viseu para inaugurar a Feira de São Mateus, no Verão de 2022: “Veio pela A25 porque teve medo de andar no IP3 por não oferecer segurança”, lembrou.

 

LEIA TAMBÉM

CM de Mangualde promove “Percursos Pedestres” a partir deste domingo

O Município de Mangualde volta a promover mais uma edição de Percursos Pedestres – Mangualde em …

Santa Comba Dão recebe amanhã espectáculo Rh da CiM – Companhia de Dança

Santa Comba Dão recebe amanhã, na Casa da Cultura de Santa Comba Dão, o novo …