Home - Últimas - Final a oito das Champions será disputada em Lisboa à porta fechada

Final a oito das Champions será disputada em Lisboa à porta fechada

A UEFA dá conta das decisões do Comité Executivo para o restante da temporada 2019/20, a ser disputada até Agosto devido à pandemia de covid-19 em comunicado.  Outra das decisões prende-se com a realização nos estádios de cada clube dos restantes jogos da segunda mão dos oitavos de final da ‘Champions’ e da Liga Europa, e não em território neutro, como chegou a ser equacionado. A ‘final inédita a oito’ está marcada para Lisboa, a partir de 12 de Agosto, com as equipas a disputarem quartos de final, meias-finais e final na capital portuguesa, entre o Estádio José Alvalade e o Estádio da Luz, que recebe a final em 23 de Agosto.

Há duas excepções a esta medida, já anunciadas em Junho, nomeadamente o Inter de Milão-Getafe e o Sevilha-Roma, jogos em que não foi disputada sequer a primeira mão, e que agora serão ‘resolvidos’ num só jogo, na Alemanha, que vai receber a ‘final a oito’ da Liga Europa.

“A UEFA vai continuar a monitorizar a situação e reserva o direito de remarcar quaisquer jogos para os locais do torneio final [Lisboa ou Alemanha], no caso de surgirem novos acontecimentos que tornem a realização no estádio originalmente planeado impossível”, pode ler-se no comunicado. A nota detalha ainda o processo que levou à escolha de realizar os jogos à porta fechada, da protecção da saúde face à pandemia de covid-19 à “responsabilidade de providenciar o ambiente mais seguro possível” para garantir a conclusão das competições e a “justiça desportiva”, num momento em que alguns países permitem viagens, e adeptos nos estádios, e outros não.

“O Comité Executivo considerou prudente que todos os jogos UEFA decorram à porta fechada até nova comunicação. A decisão foi tomada em concordância com associações nacionais e as autoridades das ?finais a oito’, de Portugal, Alemanha e Espanha [este último da Liga dos Campeões feminina]. A restrição aplica-se, também, aos restantes jogos da Youth League”, adianta a nota. Outra decisão relativa à Liga Europa prende-se com o adiamento da introdução do sistema de vídeoárbitro (VAR), que arrancou na fase a eliminar de 2019/20, mantendo-se na de 2020/21, mas chegando à fase de grupos apenas em 2021/22.

A interdição dos estádios para adeptos mantém-se, igualmente, na fase de qualificação para as competições na época 2020/21, que serão disputados a apenas uma mão. A UEFA aprovou ainda um protocolo relativo ao regresso ao futebol, e às normas sanitárias e de segurança que exige, que torna obrigatório que todos os clubes e federações cumpram com as regras delineadas no documento no caso de participarem em competições europeias, quer de clubes quer de selecções.

LEIA TAMBÉM

Homem de 83 anos encontrado morto dentro de um poço em Nelas

Um homem de 83 anos foi hoje encontrado morto dentro de um poço, numa localidade …

IP3

Sonho da duplicação do IP3 continua a ser alimentado por consulta publica que decorre até Julho

O Estudo de Impacte Ambiental da duplicação e requalificação do IP3 entre o nó de …