Home - Desporto - FPA afasta, “sem explicação”, Rui Coelho, atleta de Seia, dos Campeonatos Europeus de Atletismo

FPA afasta, “sem explicação”, Rui Coelho, atleta de Seia, dos Campeonatos Europeus de Atletismo

O atleta Rui Coelho, de Seia, que recentemente concluiu a prova dos 35 quilómetros marcha dos Campeonatos do Mundo de Atletismo, que decorram no estado do Oregon (EUA), na 39.ª posição a prova dos 35 quilómetros marcha dos Campeonatos do Mundo de Atletismo não foi convocado para os Campeonatos Europeus de Atletismo que decorrem entre 15 e 21 deste mês, na cidade alemã de Munique. Rui Coelho responsabiliza a Federação Portuguesa de Atletismo (FPA) por esta decisão, já que garante estar apurado e cumprir todos os requisitos necessários para disputar aquela prova.

“E isto sem que nenhuma explicação chegasse a mim, ao meu treinador ou ao meu clube, não consigo, infelizmente, transmitir mais informações. Foi-me apenas comunicada a intenção da FPA de não me integrar na selecção, ainda que apurado pelo ranking”, conta este beirão, fazendo questão de esclarecer o que é necessário para participar naquela prova.

“Para marcar presença no Campeonato da Europa é necessário um de dois requisitos: cumprir a marca directa prevista ou estar posicionado nos primeiros 35 lugares do ranking europeu. Neste momento, estou na 33.ª posição e é o culminar de uma época que considero de excelência”, atira.

Rui Coelho promete agora avançar com todos os recursos, extrajudiciais e judiciais, que tenha ao seu dispor para estabelecer o cumprimento das próprias normas da instituição. “Sem excepção, mais uma vez vou reunir todos os esforços por este objectivo e em nome da paixão e dedicação que nutro pelo desporto”, frisa, adiantando que está em plena forma física.

“Sempre representei com o maior afinco o meu país, tal como ficou demonstrado no último Campeonato do Mundo, competição em que alcancei a minha melhor marca do ano”, resume.

O atleta termina lembrando que a Federação Portuguesa de Atletismo “tem como fim primordial servir os atletas que contra tudo e todos dão o que têm e muitas vezes não têm pelo desporto”. “Estão meses e meses de trabalho em causa”, conclui.  Curiosamente, Portugal apresenta nesta competição uma delegação com 43 atletas, um número recorde, em Campeonatos Europeus.

LEIA TAMBÉM

Incêndio em Meruge combatido por 210 operacionais e seis meios aéreos

Um incêndio está a lavrar em Meruge, concelho de Oliveira do Hospital. O fogo, para …

Três bombeiros e um sapador florestal feridos no incêndio da Serra da Estrela

Três bombeiros e um sapador florestal sofreram hoje ferimentos ligeiros quando combatiam o incêndio que …