Home - Região - Local - Governo confirma que não haverá conclusão da ligação do IC6 entre Tábua e Oliveira do Hospital
IC6

Governo confirma que não haverá conclusão da ligação do IC6 entre Tábua e Oliveira do Hospital

O governo liderado por António Costa não tem qualquer plano para a conclusão da construção do IC6 no seu todo ou em parte. A confirmação surgiu este mês da parte do ministro do Planeamento e das Infraestruturas em resposta a um conjunto de perguntas lançadas por um grupo de deputados do PSD, liderado por Fátima Ramos. Os sociais-democratas pretendiam saber “qual o ponto de situação do processo de construção do IC6”. O esclarecimento do governo foi lacónico. “De momento não existe qualquer programação para a construção do IC6”, limitou-se a referir o gabinete do ministro Pedro Marques, fazendo valer esta resposta também para a pergunta sobre a construção do troço entre Tábua e Oliveira do Hospital.

A única novidade positiva nestes esclarecimentos prende-se com a reabilitação da Estrada Nacional 17. Na resposta, o Gabinete de Segundo Pedro Marques garante que se encontra em fase final o processo de adjudicação da reabilitação daquela via em Oliveira do Hospital, mais concretamente entre os quilómetros 64 e 71.

“Esta informação vem desmentir as declarações do Presidente da Câmara de Oliveira do Hospital, em Dezembro de 2015, onde afirmava ter chegado a acordo com o Presidente das Infraestruturas de Portugal para a construção de um pequeno troço do IC6, entre o Poço do Gato e a Zona Industrial de Oliveira do Hospital”, refere uma fonte social-democrata. “Há algo aqui que não bate certo. Alguém mentiu”, reforça a mesma fonte.

Juntamente com Fátima Ramos, os deputados António Costa e Silva, Álvaro Batista, José Silvano, Emília Cerqueira, António Ventura, Manuel Rodrigues, Margarida Mano e Maurício Marques recordavam na sua interpelação que “o IC6 – Itinerário Complementar do Pinhal Interior Norte é um itinerário complementar que está pensado para ligar Coimbra à Covilhã através do itinerário do interior do distrito de Coimbra”. “Actualmente faz a ligação entre o IP3 junto a Oliveira do Mondego e a EN 17, Estrada da Beira, junto à Candosa, em Tábua. Esta estrada tem uma grande importância na medida em que permite uma ligação mais directa do alto do distrito a Coimbra.”

Nas perguntas dirigidas ao Ministro do Planeamento e das Infraestruturas, os sociais-democratas frisavam igualmente que “apesar de prometida há bastantes anos e muito reivindicada pelas pessoas destes concelhos, o prolongamento do IC6 entre Tábua e a Covilhã continua por fazer” e que “em 2009 chegou a ser anunciado o ano de 2013 para data de conclusão das obras”, um processo cancelado no início de 2010 devido à crise económica e financeira do País.

No mesmo documento explicavam ainda que a coligação PSD/CDS não teve possibilidades de fazer avançar o projecto porque, no período em que a coligação foi governo, Portugal enfrentou a necessidade de recuperar de uma “situação de pré-bancarrota iminente”. Consideram, porém, que esse período foi ultrapassado “graças ao esforço dos portugueses e ao empenho e tenacidade do governo anterior” e como tal “começou a surgir na população a esperança que as obras tivessem continuidade”. A resposta, porém, foi que não há nada em preparação para aquele Itinerário Complementar do Pinhal Interior Norte.

LEIA TAMBÉM

Oliveira do Hospital com quatro novos casos de COVID-19

O Município de Oliveira do Hospital registou nos dois últimos dias quatro novos casos de …

Fernando Tavares Pereira denuncia risco de desaparecimento do Centro de Exames de Tábua depois de receber pedido de ajuda

O Candidato à Câmara Municipal de Tábua, Fernando Tavares Pereira, denunciou ontem, que o  Centro …