Home - Desporto - Guarda e Castelo Branco recebem, em 2023, Torneio Lopes da Silva e Celorico da Beira deve acolher alguns jogos

Guarda e Castelo Branco recebem, em 2023, Torneio Lopes da Silva e Celorico da Beira deve acolher alguns jogos

Os distritos da Guarda e de Castelo Branco vão receber, entre 17 e 24 de Junho, o Torneio Interassociações Lopes da Silva do próximo ano, a maior competição de futebol juvenil realizada pela Federação Portuguesa de Futebol, envolvendo as selecções sub-14 das 22 associações distritais e regionais nacionais. Esta prova ganhou dimensão ao longo dos anos e é considerada como a antecâmara para a escolha de muitos elementos da Selecção Nacional de sub-15 que, desde a época desportiva 2007/2008, voltou a ser a primeira representação nacional de futebol.

Um dos palcos candidatos a receber alguns dos jogos da prova que cabem ao distrito da Guarda é Celorico da Beira. “Tendo em conta a necessidade de aproximação com o distrito de Castelo Branco procuraremos realizar os nossos jogos, na Guarda e Celorico da Beira”, referiu opresidente da AF Guarda Guarda, lembrando que a associação que lidera já tinha apresentado duas candidaturas à organização desta prova, mas que nesta houve vários factores a ajudar. “Tudo na vida tem o timing certo e, na época passada, a organização do Interassociações Feminino foi um teste bem-sucedido”, lembrou Amadeu Poço. “A decisão desta candidatura também é fruto, em parte, da solidariedade da esmagadora maioria das Associações e da sua proximidade e acima de tudo da confiança que a Federação Portuguesa de Futebol deposita em nós”, atirou.

Este responsável lembrou que este Torneio é organizado com o objectivo de escolher o núcleo de jogadores que formará a futura Selecção Nacional Portuguesa de sub-15 da época seguinte. “Esperamos da parte dos responsáveis locais e da população da nossa região o apoio indispensável, para o sucesso desta exigente prova, porque se assim for vamos manter a nossa posição no mapa de eventos da Federação”, frisou, sublinhando que, entre as 22 comitivas e restantes elementos ligados à organização, a prova envolve cerca de 700 pessoas.

Além daqueles elementos, Amadeu Poço acredita que muita mais gente irá acompanhar a prova. “Vai certamente trazer ao nosso Distrito muita gente, até porque, além dos familiares dos jovens atletas que os acompanham regularmente, também vão estar presentes observadores dos diversos clubes, não só nacionais como até internacionais”, concluiu.

LEIA TAMBÉM

IPMA prolonga aviso amarelo devido ao frio

O IPMA prolongou o aviso amarelo até às 11h00 de quinta-feira nos distritos de Vila …

Equipa de ciclismo Tavfer-Ovos Matinados-Mortágua aposta na continuidade do “trabalho desenvolvido em 2022”

A Equipa Continental UCI Tavfer-Ovos Matinados-Mortágua para a nova temporada foi apresentada no auditório do …