Home - Outros Destaques - Helicóptero de emergência médica do INEM vai continuar em Viseu

Helicóptero de emergência médica do INEM vai continuar em Viseu

O Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) indicou hoje que o helicóptero de emergência médica vai continuar posicionado no Aeródromo Municipal de Viseu, depois de um entendimento entre a câmara da cidade e a empresa que cede as instalações para o aparelho. Contrariando assim a posição assumida na segunda-feira de levar a aeronave para um Heliporto de Loures, em Lisboa, uma medida repudiada pelo presidente da Câmara de Viseu. Num comunicado de hoje, o INEM avança que o helicóptero de emergência médica posicionado no Aeródromo Municipal de Viseu, afinal, tem condições para permanecer na região.

O INEM diz que depois do anúncio da possibilidade de o helicóptero ter que ser posicionado em Salemas, a IFA, Aviation Training Center, “que evidenciou um grande sentido de responsabilidade social”, e a Câmara Municipal de Viseu, “reafirmaram toda a disponibilidade” para que o helicóptero se mantenha na cidade, tendo chegado a um entendimento para que o helicóptero permaneça temporariamente nas instalações da empresa.

O INEM destaca o empenho demonstrado pela Câmara Municipal de Viseu, Aeródromo Municipal de Viseu e pela empresa IFA — Aviation Training Center para encontrarem “uma solução de compromisso para manter o helicóptero a operar a partir da região centro do país, continuando-se a garantir todas as condições necessárias para o seu funcionamento”. O Instituto Nacional de Emergência Médica relembra ainda que a saída do helicóptero de Santa Comba Dão não resultou de uma decisão do INEM, sendo retomadas as operações “desde que sejam cumpridos todos os requisitos legais e que esse heliporto seja certificado como Base Permanente para Emergência Médica”.

LEIA TAMBÉM

Bebé nasceu na ambulância dos Bombeiros Voluntários de Lagares da Beira

Os Bombeiros Voluntários de Lagares da Beira auxiliaram hoje o nascimento de uma criança quando …

Edição impressa do Correio da Beira Serra nº3

Clique na capa abaixo para ler a edição impressa.