Home - Outros Destaques - Histórico do Partido Socialista acusa candidato do PS (Alvôco das Várzeas) de o ter insultado

Histórico do Partido Socialista acusa candidato do PS (Alvôco das Várzeas) de o ter insultado

António Fontes, um histórico membro do partido socialista de Oliveira do Hospital, acusa elemento da candidatura do PS à Junta de Freguesia de Alvoco das Várzeas (José Ferreira) de o ter insultado em frente a, pelo menos, dois amigos, junto a um café daquela localidade do concelho de Oliveira do Hospital. António Andrade Fontes, 75 anos, que fez parte da Comissão Administrativa da freguesia de Alvôco das Várzeas após o 25 de Abril e que foi o primeiro presidente eleito democraticamente da Junta de Freguesia de Alvoco das Várzeas nas listas do Partido Socialista, já participou o caso ao Ministério Público e promete levá-lo até às últimas consequências.

O CBS tentou falar com José Ferreira que tem feito parte da Assembleia Municipal da autarquia oliveirense, acompanhando as candidaturas PS de José Carlos Alexandrino, mas tal não se revelou possível.

“Fui insultado e ele (José Ferreira) vai ter de provar aquilo que disse. Apresentei queixa no Ministério Público e também vou fazer chegar uma exposição a relatar estes factos às estruturas competentes do partido.  Este José Ferreira não merece representar o Partido Socialista. Muito pobre está a democracia quando tem eleitos deste género”, explica António Fontes sentado na esplanada do café onde alega ter sido insultado por José Ferreira. “Estava aqui com os amigos, quando ele vem de carro deita o gargalo de fora e começa a insultar-me com impropérios como: ranhoso, filho da p…, cabr…, cor.… etc”, conta este histórico socialista que esteve ligado à implementação de muitas instituições de serviços públicos na localidade e actualmente permanece ligado à Associação de Baldios da Serra do Açor.

António Fontes conta que José Ferreira terá começado momentos antes por criar atritos com uma outra pessoa. “Também lhe chamou vários nomes, mas depois agarraram esse rapaz, porque se não dava-lhe…e, em boa verdade, só se perdia alguma que caísse no chão”, continua, sublinhando que, em seguida, José Ferreira entrou no carro e insultou António Fontes.

“Como é possível o PS ter alguém assim nas listas para a Junta e Assembleia de Freguesia. Este indivíduo envergonha o socialismo e só dá razão ao André Ventura. É mal-educado, agressivo, enfim… pobre socialismo de Oliveira do Hospital que tem um indivíduo destes como representante quer a nível local, quer a nível concelhio”, conta.

Este membro do partido socialista não tem dúvidas que quem é prejudicada é a candidatura socialista para a Junta de Freguesia de Alvôco das Várzeas e para a própria Câmara. “Quem sofre é o PS. Aqui em Alvôco vai levar porrada em termos de votação, porque aquele fulano não merece. A candidata à Junta não tem culpa, mas acompanhada por um indivíduo que desafia tudo e todos, provoca tudo e todos, vai sofrer com isso. É triste. Eu próprio vou abster-me para a Assembleia de Freguesia. Não vou poder votar no meu PS”, frisa sublinhando que José Ferreira representa tudo aquilo que não se identifica com aquela força política.

“Falta de educação e respeito pelo seu semelhante. Não tem nada a ver com a democracia do Partido Socialista. Ele estaria muito melhor no Chega, não num partido com valores democráticos. Para ele, quem não está com ele, é contra ele. As outras duas pessoas que lideram a lista à junta são extremamente competentes, mas não se pode votar num individuo destes. Só pensa nele e não na comunidade. Estou mais magoado por o PS ter no seu seio um individuo destes que propriamente pelos insultos. No meio disto tudo quem vai perder, e não merece, é José Carlos Alexandrino”, sublinha.

O que terá motivado tudo isto? António Fontes responde de forma enigmática: “Já diziam os romanos: se queres saber o íntimo de uma pessoa, embebeda-a que ficas a saber tudo”.

A concluir, este elemento do partido socialista faz ainda uma alusão também enigmática sobre a recente vandalização dos outdoors do PS em Alvoco das Várzeas. “Espero que levem tudo mesmo até às últimas consequências para se saber quem foi o verdadeiro responsável, quem foi o mandante. Na minha humilde opinião, não vejo em Alvoco nenhum verdadeiro elemento das candidaturas capaz de o fazer. Mas houve um mandante e era bom que fosse identificado”, conclui.

 

 

LEIA TAMBÉM

Oliveira do Hospital com quatro novos casos de COVID-19

O Município de Oliveira do Hospital registou nos dois últimos dias quatro novos casos de …

Fernando Tavares Pereira denuncia risco de desaparecimento do Centro de Exames de Tábua depois de receber pedido de ajuda

O Candidato à Câmara Municipal de Tábua, Fernando Tavares Pereira, denunciou ontem, que o  Centro …