Home - Últimas - Hotel Quinta dos Cedros oferece refeições aos Bombeiros de Celorico da Beira para assinalar Dia Mundial da Protecção Civil

Hotel Quinta dos Cedros oferece refeições aos Bombeiros de Celorico da Beira para assinalar Dia Mundial da Protecção Civil

O Hotel Quinta dos Cedros, do Grupo TAVFER, entregou hoje 12 refeições ao Bombeiros Voluntários de Celorico da Beira, uma acção do grupo empresarial de Fernando Tavares Pereira para assinalar simbolicamente o Dia Mundial da Protecção Civil.  “É um gesto simbólico, mas muito significativo para estas pessoas, ainda por cima vindo de uma empresa importante no concelho”, agradeceu o comandante da corporação, lembrando que os bombeiros são quase sempre esquecidos.

“Não se trata do valor material da oferta, mas sim a atitude, o facto de reconhecerem o nosso esforço, isso é que é muito importante. É reconfortante, quando quase ninguém se lembra de nós, nem o ministério que nos deixou por vacinar contra a COVID-19, uma empresa desta dimensão ter esta atitude”, sublinha Carlos Almeida. “É bom saber que nem todos se esquecem de nós”, rematou.

O responsável da unidade hoteleira referiu que esta oferta é apenas simbólica e foi a forma, em tempos de pandemia, do Grupo TAVFER assinalar em Celorico da Beira o Dia Mundial da Protecção Civil, procurando lembrar, ao mesmo tempo, à comunidade que pode contar com o Hotel Quinta dos Cedros sempre que necessário.

“Esperamos também ajudar a despertar consciências para a necessidade de proporcionar mais carinho a estas pessoas que trabalham diariamente para ajudar o próximo”, explicou Jorge Gonçalves, frisando que o grupo empresarial que representa tem por princípio estar ao lado das instituições que apoiam a população.

Protecção civil surgiu em 1949

O Dia Mundial da Protecção Civil, ou Dia Internacional da Protecção Civil, celebra-se anualmente a 1 de Março, desde 1990, já que foi nesta data que entrou em vigor a Constituição desta organização. O objectivo é chamar a atenção dos vários países do mundo para a importância da protecção civil, nomeadamente na prevenção e para a coordenação de esforços em caso de emergência e calamidade.

A protecção civil surgiu em 1949 no protocolo 1 do Tratado de Genebra “Proteção das vítimas dos conflitos internacionais armados”, definindo-se como um sistema nacional de gestão dos serviços de emergência que proporciona assistência e protecção a toda a população perante um desastre ou acidente.

LEIA TAMBÉM

Gouveia oferece dois bilhetes com desconto de cinco euros no comércio local e sorteio de dez mil euros em prémios

O município de Gouveia laçou uma campanha, que se prolonga até ao dia 2 de …

Natal na área da Comunidade Intermunicipal das Beiras e Serra da Estrela oferece animação e procura recuperar tradições

A Serra da Estrela conta com festividades alusivas a esta época que não esquecem as …