Home - Últimas - Idoso de Seia descobre que foi dado como morto depois de internamento no hospital da Guarda

Idoso de Seia descobre que foi dado como morto depois de internamento no hospital da Guarda

Um idoso de 89 anos, residente no concelho de Seia, foi declarado como morto na base de dados do Serviço Nacional de Saúde, avança a SIC. A notícia chegou a Benjamim quando já se encontrava em casa e precisou de levantar receitas de medicamentos no Centro de Saúde de Seia.

Nesse momento, ficou a saber que afinal estava estava dado como morto, após um internamento no Hospital da Guarda. A prescrição não era permitida porque se encontrava declarado o óbito, noticiou hoje a SIC. Um caso que se junta a um outro de Coimbra noticiado pelo Correio da Manhã.

Para conseguir ter acesso aos medicamentos de que necessitava, a prescrição médica teve de ser passada em nome da sua esposa. O mesmo problema ocorre na lista para vacinação contra a covid-19, como se encontra declarado o óbito, Benjamim não tem acesso a vacina.

O óbito foi declarado a 23 de Dezembro quando Benjamim se encontrava hospitalizado na unidade de covid-19 no Hospital da Guarda. O hospital diz que se tratou de um erro, e o Centro de Saúde de Seia afirma que o problema já está resolvido.

LEIA TAMBÉM

Presidente da CM de Tondela condenado a cinco anos de prisão e perda de mandato

O Tribunal de Viseu condenou hoje o presidente da Câmara de Tondela, José António Jesus …

Aldeias Históricas de Portugal premiadas em Espanha como o melhor destino português

As Aldeias Históricas de Portugal acabam de ser distinguidas com o galardão “Turismo Português” na …