Home - Região - Oliveira do Hospital - Inauguração de nova estrutura transforma Santa Casa da Misericórdia de Galizes em unidade de referência a nível nacional

Inauguração de nova estrutura transforma Santa Casa da Misericórdia de Galizes em unidade de referência a nível nacional

“É a maior obra pública financiada pelo Estado em Oliveira do Hospital desde o Estado Novo. Esta inauguração é a realização de um sonho”. Foi assim que o provedor da Santa Casa da Misericórdia de Galizes, Bruno Miranda, definiu a abertura da uma nova estrutura de referência em termos de apoio social naquela localidade da Freguesia de Nogueira e que contou com a presença do Ministro da Solidariedade, Trabalho e da Segurança Social, Mota Soares, a quem o provedor agradeceu toda a colaboração. Trata-se de um investimento a rondar os 2,3 milhões de euros, que irá permitir albergar 61 utentes, distribuídos por lar, residência autónoma e Centro de Actividades Ocupacionais. O presidente da autarquia oliveirense, José Carlos Alexandrino, deixou a promessa de atribuir um subsídio àquela instituição de 100 mil euros para evitar dificuldades de um gigante que alberga utentes de várias zonas do país, bem como a medalha de ouro da cidade.

_DCS0390 (Small)O ministro Mota Soares destacou o trabalho que tem vindo a ser realizado nestes últimos quatro anos em termos de descentralização do apoio social e sublinhou que apesar das dificuldades que o país atravessa foi possível criar 46 mil empregos nesta área com a política de aproximação. “Continuamos a potenciar uma rede de aproximação aos utentes em termos de apoios sociais. Esta obra vem colmatar uma carência a nível do concelho e do distrito. A descentralização é o caminho, não tenho dúvidas nenhumas”, sublinhou o governante, para quem só uma grande equipa poderia realizar uma obra com esta dimensão.

Na presença de algumas centenas de pessoas, José Carlos Alexandrino não perdeu a oportunidade de lembrar que hoje é um dia de festa com aquela inauguração, mas também um dia de luta para Oliveira do Hospital, numa alusão à manifestação programada para o final da tarde em defesa da saúde e de melhores acessos ao concelho. “Esta é uma obra que nos orgulha a todos. Mas temos de lembrar que em Oliveira do Hospital não temos uma unidade de cuidados continuados e temos cerca de 60 por cento da população sem médico de família. Por isso, fui obrigado a convocar o meu povo para esta luta”, explicou, enfatizando mais uma vez que não se trata de uma luta partidária, apesar de se estar a entrar em pré-campanha eleitoral. “Não quero lá bandeiras partidárias, mas apenas de Oliveira do Hospital. Temos de lutar porque o IC6 e o IC7 não passaram de promessas”, rematou._DCS0388 (Small)

Financiado em 90% pelo Programa Operacional de Potencial Humano o novo equipamento da Santa Casa da Misericórdia de Galizes apresenta uma arquitectura moderna e funcional, com amplas áreas comuns, onde as acessibilidades e o aproveitamento da luz natural foram uma prioridade. Mais um aspecto que, segundo os responsáveis, deve tornar o concelho de Oliveira do Hospital numa referência em termos de prestação de cuidados à população portadora de deficiência. A nova estrutura vai criar também 40 postos de trabalho directos.

LEIA TAMBÉM

Candidatos da Coligação PSD/CDS-PP à UF de Santa Ovaia e Vila Pouca da Beira censuram comportamento de Rui Monteiro, elemento da lista socialista

Os candidatos à União e Freguesias de Santa Ovaia e Vila Pouca da Beira, no …

Bruno Amado acusa câmara e anterior executivo de o impedirem de fazer mais pela população da UF de Santa Ovaia e Vila Pouca da Beira

O candidato da coligação PSD/CDS-PP à União de Freguesias de Santa Ovaia e Vila Pouca …