Home - Últimas - Incendiário detido pela PJ em Oleiros ficou em prisão preventiva

Incendiário detido pela PJ em Oleiros ficou em prisão preventiva

A Polícia Judiciária (PJ), com a colaboração da GNR de Proença-a-Nova e dos Bombeiros Voluntários de Oleiros, deteve um homem, de 45 anos de idade, suspeito de ser o autor do incêndio florestal, ocorrido na manhã da passada sexta-feira (31 de Julho), em Oleiros, uma zona que foi devastada por um fogo que teve início no dia 26.  De acordo com um comunicado da PJ, o suspeito, com o uso de chama directa, ateou o incêndio numa zona de pinhal, próximo de habitações e de uma área florestal considerável, “num concelho já muito flagelado por incêndios florestais”.

As autoridades sublinham que o incêndio teria tido proporções “bastante mais gravosas” caso não tivesse havido “uma rápida” e “muito eficaz” intervenção de bombeiros. “A actuação do suspeito colocou em perigo habitações e uma considerável mancha florestal, bem como a integridade física e a vida de pessoas”, acrescenta a PJ.  O detido foi presente a primeiro interrogatório judicial no passado sábado dia 1 de Agosto, tendo-lhe sido aplicada a medida de coação de prisão preventiva.

LEIA TAMBÉM

Covid-19 provoca mais um óbito no lar Manigoto, em Pinhel

Um idoso de 90 anos morreu ontem no Hospital Sousa Martins (HSM), na Guarda, elevando …

Letalidade COVID e Excesso de Mortalidade…Autor: Carlos Antunes

A modelação da letalidade Covid, idêntica à da incidência, indica-nos que entrámos numa nova tendência …