Home - Últimas - IP avança com empreitada de 90 milhões no troço ferroviário entre Celorico da Beira e a Guarda

IP avança com empreitada de 90 milhões no troço ferroviário entre Celorico da Beira e a Guarda

A Infra-estruturas de Portugal (IP) anunciou o lançamento do concurso da empreitada de modernização do troço ferroviário entre Celorico da Beira e a Guarda. Com um prazo de execução de 760 dias e um valor base de 90,4 milhões de euros, a obra prevê a supressão das passagens de nível de Celorico Gare e a do Baraçal, com a construção dos respectivos desnivelamentos e restabelecimentos.

Inserida no projecto de modernização da Linha da Beira Alta, a empreitada consiste na modernização de cerca de 46 km de via-férrea sobre o canal actual da Linha da Beira Alta, com algumas correcções pontuais de traçado, no troço entre Celorico da Beira e a Guarda. A empreitada será financiada em 85 por cento com fundos comunitários ao abrigo do Programa CEF (Mecanismo Interligar a Europa), relativa, neste caso, à ligação ferroviária Aveiro-Vilar Formoso no Corredor Atlântico.

“Será feita a substituição integral da superstruturas de via com utilização de travessas monobloco polivalentes em betão e carril 60 E1, bem como a alteração do layout das estações de Celorico da Beira, Pinhel, Vila Franca das Naves e Guarda de forma a assegurar o cruzamento de comboios de 750 metros de comprimento e optimização das condições de exploração”, explica a IP, empresa pública que resultou da fusão entre a REFER, Rede Ferroviária Nacional, e a EP, Estradas de Portugal.

“Trata-se de um conjunto de intervenções de elevada importância na requalificação do caminho-de-ferro em Portugal, num troço que integra o Corredor Internacional Norte e cuja concretização potenciará a dinamização do transporte ferroviário, nas ligações inter-regionais e na ligação a Espanha”, refere a empresa.

Considerada a principal ligação ferroviária de Portugal à Europa, a Linha da Beira Alta faz parte da rede “core” da Rede Transeuropeia de Transportes (RTE-T) e integra o Corredor Ferroviário de Mercadorias nº 4. No quadro do Plano de Investimentos Ferrovia 2020, a Ligação Porto/Aveiro – Vilar Formoso (através da Linha da Beira Alta) é definida “como um projecto prioritário que visa reforçar a ligação do Norte e Centro de Portugal com a Europa por caminho-de-ferro, de modo a viabilizar um transporte ferroviário de mercadorias eficiente, potenciando o aumento da competitividade da economia nacional”.

LEIA TAMBÉM

Três feridos, um deles em estado grave, em colisão no IP3, em Mortágua

Uma colisão entre dois carros fez, hoje, três feridos, um deles em estado grave, em …

Árbitro Rui Ventura avança com processo e providência cautelar contra a AF da Guarda

O presidente do Núcleo de Árbitros de Futebol e Futsal Serra da Estrela deu ontem …