Home - Outros Destaques - João Dinis acusa CM de Oliveira do Hospital e José Carlos Alexandrino de falta de respeito para com Assembleia de Freguesia e vítimas dos incêndios

João Dinis acusa CM de Oliveira do Hospital e José Carlos Alexandrino de falta de respeito para com Assembleia de Freguesia e vítimas dos incêndios

O membro da Assembleia de Freguesia da União de Freguesias de Ervedal e Vila Franca da Beira, João Dinis, considera “um grande desrespeito da parte da Câmara Municipal (cessante), e, em especial até, da parte do seu praticamente ex-presidente e provavelmente próximo presidente da Assembleia Municipal, pela Assembleia de Freguesia e seus membros e também pela União de Freguesia” ao não ter comunicado àquela autarquia a romagem à campa da Funcionária da Junta de Freguesia da UFEVFB e vítima dos incêndios de 2017. João Dinis considera ainda que este é um acto, “objectivamente, de menorização da memória da(s) vítima(s) dos incêndios, no caso”. “Afinal, e apesar do assunto não ser o mais indicado para isso, não podemos deixar de dizer que o ocorrido é mais um preocupante sintoma da demasiadamente prolongada “ditadura da maioria” (PS) em Oliveira do Hospital”.

“De nossa parte, e fazemos parte da Assembleia de Freguesia da UFEVFB, soubemos da romagem promovida pela Câmara Municipal à sepultura da (ex) Funcionária da Junta de Freguesia (e de outras vítimas mais) através de um vídeo publicado na comunicação social do Concelho que nem o “sítio” (o “site») da Câmara Municipal de tal informou.  Lamentáveis e muito criticáveis omissões!”, acusa o autarca, frisando que estamos perante uma falta de consideração “pela Assembleia de Freguesia, pelos seus Membros, pela União de Freguesias e População em geral. “Se tivessem sabido com alguma antecedência, como é seu direito democrático e de vizinhança, gostariam de se ter associado à romagem e de, também assim, terem prestado homenagem à falecida”,continua.

“E apesar do empolado palavreado usado na romagem pelo Presidente da Câmara, é ainda e de sobremaneira, uma menorização, objectiva, da memória da falecida, afinal de todos bem conhecida e que merecia ter-nos à sua volta, também fisicamente, num especial momento de evocação. Sim, gostaríamos de nos ter sido concedido o direito de nos associarmos à romagem ao cemitério onde repousa a vítima dos incêndios de 2017 que nos foi mais próxima em vida, e também como funcionária da Junta de Freguesia desta União de Freguesias!”, sublinha que, por isso mesmo, tomam a liberdade “de aqui expressar, aos familiares e amigos mais chegados, votos da mais completa e possível recuperação pela perda sofrida. “E fizemos questão de, e também enquanto membro da AF da UFEVFB, sem a promoção de vídeo para a comunicação social, termos levado umas singelas flores à campa da malograda Conterrânea vítima dos incêndios trágicos de 2017”, atira João Dinis.

 Nova Assembleia de Freguesia da União de Freguesias de Ervedal e Vila Franca da Beira fez um  “minuto de silêncio” em memória das vítimas dos Incêndios de 2017

Após a cerimónia de instalação e tomada de posse da nova Assembleia de Freguesia (AF) da União de Freguesias de Ervedal e Vila Franca da Beira (UFEVFB), que decorreu na tarde sábado, já com a Mesa eleita, João Dinis apresentou para votação a proposta de se fazer “um minuto de silêncio” em memória das vítimas mortais dos incêndios trágicos de 15 e 16 de Outubro de 2017. A proposta aprovada por unanimidade pelos nove membros da AF e fez-se “o minuto de silêncio”, momento a que se associaram os três membros, presentes, da Junta de Freguesia.

LEIA TAMBÉM

Sandra Fidalgo assumiu a liderança do PSD de Oliveira do Hospital e Mário Alves é o presidente da Mesa da Assembleia

Sandra Andrade Fidalgo tomou ontem posse como a nova presidente da Concelhia do PSD de …

José Carlos Alexandrino incorre numa pena até dois anos de prisão, segundo a CNE

O ex-presidente da Câmara Municipal de Oliveira do Hospital volta a ser alvo de reprimendas …