Home - Últimas - João Dinis vota contra o orçamento da UFEVFB, entre outros factos, por ausência de obras para a vila de Ervedal da Beira

João Dinis vota contra o orçamento da UFEVFB, entre outros factos, por ausência de obras para a vila de Ervedal da Beira

A CDU votou contra o Orçamento da Receita e da Despesa e Plano Plurianual de investimentos da União de Freguesias de Ervedal e Vila Franca da Beira (UFEVFB) para 2022, no concelho de Oliveira do Hospital, justificando o voto, entre outros, por não contemplar qualquer obra para a vila de Ervedal da Beira. O eleito João Dinis acusou ainda a autarquia de ignorar as sugestões que lhe foram feitas nessa mesma sessão extraordinária da AF a começar pela instalação de sanitários nos cemitérios, desde logo no Cemitério em Ervedal da Beira, num orçamento total na ordem dos 170 mil euros.

“Na rúbrica das Despesas em Ordenamento Territorial com as obras já previstas constata-se haver uma redução significativa da verba em orçamento para 2022 comparativamente com verba congénere correspondente a 2021 em que foi de 64 mil euros e agora é só de 23 mil euros os quais correspondem a três obras (Vila Franca da Beira – Fiais – Póvoa).  Mesmo juntando-lhe a verba prevista para ‘viação rural’ com oito mil euros e a verba em ‘parques e jardins’ com quatro mil euros, ainda assim fica bastante aquém do orçamentado para 2021”, refere João Dinis na sua declaração de voto, acusando ainda a autarquia liderada pelo líder da concelhia socialista, Carlos Artur Simões, de não existir “um documento escrito pela JF com notas explicativas sobre as principais rúbricas e quer do documento das receitas quer do das Despesas, o que não ajuda em nada a interpretação dos documentos apresentados”.

Destacando como aspecto mais positivo o aumento em 1 500 euros (passa agora a oito mil euros, mais 23 por cento) na rubrica “viação rural”, João Dinis sublinha que o aumento é pequeno. “É muito insuficiente dadas as necessidades em arranjar sistematicamente os caminhos agro-rurais como bem salientado foi na sessão extraordinárias da Assembleia de Freguesia ocorrida já este mês de Dezembro.  E num plano mais estruturante, tarda muito o arranjo capaz do Estradão do Vale do Mondego e seus acessos às povoações vizinhas”, rematou.

LEIA TAMBÉM

Candidatos a deputados do PS por Coimbra e de Viseu visitam IP3 em Penacova

Os candidatos a Deputados do PS à Assembleia da República pelos círculos eleitorais de Coimbra …

“Apelo a compromisso público para ser travado o processo dos projetos em curso de mineração, designadamente de Lítio”

Um conjunto de organizações decidiram escrever uma carta aberta aos partidos políticos e aos candidatos …