Home - Região - Oliveira do Hospital - José Carlos Alexandrino confessa que foi convidado por “um grande engenheiro” que “escreveu um livro muito fantástico” para criar movimento candidato às legislativas

José Carlos Alexandrino confessa que foi convidado por “um grande engenheiro” que “escreveu um livro muito fantástico” para criar movimento candidato às legislativas

O presidente da Câmara Municipal de Oliveira do Hospital (CMOH) confessou ontem em plena Assembleia Municipal que a sua visibilidade mediática está a incomodar alguns dos seus adversários políticos no concelho. José Carlos Alexandrino explicou mesmo que o seu desempenho já despertou o interesse de “um grande engenheiro que fez grandes obras e escreveu um livro muito fantástico” para que ele criasse um movimento autárquico para concorrer à Assembleia da República.

“O PS ainda não sabe disto. Mas um grande engenheiro que fez grandes obras e escreveu um livro muito fantástico mandou-me um livro esta semana a propor-me que eu criasse um movimento autárquico para nos candidatarmos à Assembleia da República, porque ele tem um livro escrito”, explicou o autarca, referindo que não irá abraçar este projecto. “Não estou disponível”, rematou.

Mas este seu êxito, acredita, não é bem visto por algumas pessoas dentro do concelho. “Como o facto de eu ser vice-presidente da Comunidade Intermunicipal e presidir a algumas reuniões. Estes protagonismos incomodam algumas pessoas”, disse, lembrando ainda os elogios da presidente da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro (CCDRC), Ana Abrunhosa, ao dizer que o município de Oliveira do Hospital tem um “desempenho exemplar”. “Isto incomoda. Há pessoas que criam complexos por causa disso, mas eu não tenho culpa”, lamentou, adiantando que outro dos pontos que deixa algumas pessoas complexadas é a sua recente incursão no mundo dos debates televisivos nacionais.

“Criam complexos porque a  TVI até me convidou para fazer alguns programas, o primeiro debate foi com secretário de Estado Castro Almeida. Isto incomoda-os porque o presidente da CMOH tem visibilidade mediática, por aquilo que faz na CIM e, sobretudo, pela grande defesa que faz dos territórios de baixa densidade”, continuou o autarca, referindo mais uma vez entender  que isto incomoda aqueles cujo “ego é muito maior que o concelho de Oliveira do Hospital”.

LEIA TAMBÉM

CDU acusa a CM de Oliveira do Hospital de na pressa de construir o Campus educativo de ter abatido 135 castanheiros dentro da cidade

A CDU de Oliveira do Hospital acusa a Câmara Municipal de “na pressa política em …

 “Não podendo ser a CDU, a melhor solução para o concelho de Oliveira do Hospital seria a vitória do PSD/CDS-PP….”

O empresário António Lopes foi um dos principais mentores da candidatura que, em 2009, levou …