Home - Outros Destaques - José Francisco Rolo sucede a José Carlos Alexandrino, mas PSD/CDS-PP aumenta vereadores e Freguesias

José Francisco Rolo sucede a José Carlos Alexandrino, mas PSD/CDS-PP aumenta vereadores e Freguesias

O candidato do PS José Francisco Rolo venceu a Câmara Municipal de Oliveira do Hospital e sucede na liderança da autarquia a José Carlos Alexandrino, conseguindo eleger quatro vereadores contra três da Coligação “Construir o Futuro”. A coligação do PSD-CDS-PP, porém, conseguiu também aumentar o número de votos, vereadores (passou de um para três) e a liderança de Assembleias de Freguesia, passando de duas para quatro. O candidato do PS conseguiu 6.677 votos, contra 4.024 votos de Francisco Rodrigues.

A lista da Assembleia Municipal do partido socialista, liderada por José Carlos Alexandrino, superou o líder do CDS-PP ao recolher 6.514 votos e 13 mandatos, contra 4.077 votos e oito mandatos conseguidos pela lista de José Rodrigues dos Santos. O grande derrotado acaba por ser o Chega que chegou a manifestar o desejo de eleger um vereador e acaba por não conseguir sequer entrar na Assembleia, municipal, superando por pouco mais de 100 votos a CDU.

Em termos de Freguesias, a Coligação Construir o Futuro viu Bruno Amado manter a maioria absoluta na UF de Santa Ovaia e Vila Pouca da Beira e ganhou São Gião aos socialistas, além das freguesias da Bobadela e Alvôco das Várzeas. Perdeu, porém, a freguesia de Avô. A CDU manteve o bastião em Meruge e o PS lidera dez das 16 autarquias, dado que em Lagos da Beira e Lajeosa venceram os independentes.

Em Tábua, o candidato do PS Ricardo Cruz conseguiu segurar a autarquia para o PS, vencendo por apenas 700 votos Fernando Tavares Pereira (3635 contra 2926), com a coligação PSD/CDS-PP a manter três vereadores contra quatro dos socialistas. Na Assembleia Municipal, o  PS conseguiu eleger 12 eleitos contra 9  da coligação liderada por Fernando Tavares Pereira.

PSD surpreende em Nelas e, na Guarda, independente saído do PSD vence Câmara

A grande surpresa da noite eleitoral autárquica na região de Viseu foi a vitória de Joaquim Amaral para a Câmara de Nelas pela coligação PSD-CDS, que regressa ao poder autárquico naquele concelho oito anos depois. O até agora vereador da oposição vai assim suceder ao socialista Borges da Silva, que liderava a autarquia desde 2013.

Em Celorico da Beira, Carlos Ascensão renovou o mandato ao vencer com maioria absoluta. Já na Guarda, o social-democrata que concorreu como independente, Sérgio Costa, venceu o actual presidente da Câmara e escolhido pela direcção nacional e distrital do partido, Carlos Chaves Monteiro. “AGuarda falou mais alto. Aquela campanha que nós fizemos foi a campanha pela verdade, foi a campanha pela transparência e foi nisso que a Guarda votou e é nisso que a Guarda acredita”, disse Sérgio Costa aos jornalistas após ter sido eleito presidente da maior Câmara do distrito.

O PS venceu as eleições para a Câmara de Mortágua, com maioria absoluta, conquistando a presidência ao PSD que não apresentou candidato, depois de Júlio Norte ter recusado recandidatar-se. Ricardo Pardal sucede a Júlio Norte com uma ao recolher cerca de 62 por cento dos votos. Os sociais-democratas aumentaram a vantagem em Arganil e recuperaram Penacova. Já o PS mantém a autarquia do Carregal do Sal.

LEIA TAMBÉM

Vila Franca da Beira, 34 anos depois da criação da Freguesia

“Sessão Solene” evocativa dos 34 anos da criação da Freguesia de Vila Franca da Beira …

Obras da Casa da Cultura de Oliveira do Hospital a caminho dos mil dias de atraso

Francisco Rodrigues diz que empreiteiro incorre em penalização superior a 1,3 milhões de euros e …