Home - Região - Oliveira do Hospital - JSD de Oliveira do Hospital classifica de “miserável” acessos ao Aqua Village e acusa Câmara de travar desenvolvimento do concelho

JSD de Oliveira do Hospital classifica de “miserável” acessos ao Aqua Village e acusa Câmara de travar desenvolvimento do concelho

“Um conjunto de dirigentes nacionais e locais do PSD e da JSD visitaram o recém-inaugurado Aqua Village Health Resort & Spa e comprovaram a forma vergonhosa com que o executivo municipal tem tratado este importante empreendimento, oriundo de um investimento histórico de vários milhões de euros em Oliveira do Hospital e que já emprega mais de 50 colaboradores, dos quais mais de 80 por cento são residentes no concelho”, refere, hoje, em comunicado a Comissão Política Concelhia da JSD de Oliveira do Hospital, no qual adianta que “qualquer cidadão, com excepção dos membros do executivo municipal, percebe a importância deste investimento para o concelho, quer pelos postos de trabalho criados, quer pelo facto de poder funcionar como projecto âncora no município, dada a sua capacidade de atracção de um grande volume de pessoas que se transformarão num importante motor de desenvolvimento da economia local”.

Recordando que o processo de construção se arrastou durante mais de três anos, em grande parte devido aos “obstáculos levantados pela Câmara Municipal”, os jovens sociais-democratas de Oliveira do Hospital criticam o estado em que se encontram os acessos àquele empreendimento. “A estrada que passa em frente ao Hotel está num estado miserável, apresentando-se como um péssimo cartão-de-visita 14502016_1322602607780417_1889760462_npara os visitantes”, sublinham, acusando depois o executivo de José Carlos Alexandrino de se preocupar apenas com “a realização de festas e promoção de egos”, esquecendo o que é verdadeiramente importante. “O executivo municipal não resolve as situações verdadeiramente prioritárias e não apoia quem investe e cria emprego em Oliveira do Hospital. Para além da péssima imagem que dá do concelho, a falta de acção da Câmara Municipal foi responsável por uma inundação que ocorreu na unidade hoteleira um dia após a sua abertura”.

A JSD acusa ainda a autarquia oliveirense de não se preocupar com “a criação de uma estratégia amiga dos investidores e criadores de emprego”. E garantem que “os órgãos sociais-democratas do concelho não se conformam com este tipo de gestão autárquica”. “Exigimos que aqueles que contribuem para a dinamização da economia local e para a fixação de pessoas no nosso concelho sejam tratados com dignidade e apoio e que a imagem do concelho seja preservada e valorizada. Neste sentido, é obrigatório que o executivo municipal avance imediatamente com o arranjo da estrada em causa”, rematam.

A visita ao empreendimento turístico, que aconteceu após o convívio de domingo do PSD14518288_1322602691113742_812158885_n nas Caldas de São Paulo, e contou com a presença entre outros do Secretário-Geral do PSD, José Matos Rosa, o presidente do PSD da distrital de Coimbra, Maurício Marques, a deputada Fátima Ramos, o presidente da Comissão Política do PSD, João Brito, o presidente da JSD de Oliveira do Hospital António Cruz, o vice-presidente da JSD nacional, José Miguel Ferreira, e o presidente da JSD distrital de Coimbra, João Paulo Oliveira.

LEIA TAMBÉM

Visita da CDU às obras por acabar em Oliveira do Hospital

Recente “Visita guiada” em que o “guia” foi João Dinis, Jano, candidato pela CDU à …

Chega de Oliveira do Hospital vai recolher rapidamente o seu material de campanha em nome do ambiente

A concelhia do partido Chega de Oliveira do Hospital, concorrente ao acto eleitoral de domingo, …