Home - Últimas - Lar de Vila Nova de Foz Côa já tem 40 recuperados da COVID-19

Lar de Vila Nova de Foz Côa já tem 40 recuperados da COVID-19

A Unidade de Saúde Publica (USP) da Guarda indicou hoje que há 40 pessoas, entre utentes e funcionários, que recuperaram da covid-19, após a realização de testes no lar da Misericórdia de Vila Nova de Foz Côa. “Das pessoas recuperadas, 26 são utentes, a que juntam mais dois em apoio domiciliário. Os números de funcionários recuperados é agora de 12”, concretizou à Lusa a diretora da USP da Guarda, Ana Viseu.

A responsável adiantou que na segunda-feira vão ser realizados mais testes de cura, através da Unidade Móvel de Saúde da Guarda, no Lar de Nossa Senhora da Veiga, em Vila Nova de Foz Côa. Na fase inicial do processo de contaminação naquele lar havia 69 utentes, dos quais 52 deram positivo para o novo coronavírus. Num total de 47 funcionários, entre os quais um profissional de saúde, 24 estavam infetados.

Segundo a USP da Guarda, desde o primeiro foco de infeção registado no dia 25 de Março, já morreram cinco utentes do lar gerido pela Misericórdia de Vila Nova de Foz Côa, que estavam infetados pelo novo coronavírus – dois homens e três mulheres, com idades situadas entre os 85 e os 100 anos. Este lar encontra-se em regime de isolamento, tendo já sido alvo de um processo de desinfeção levado a cabo por uma empresa especializada, medida que foi estendida a outros locais daquele concelho do Douro Superior.

A Unidade de Saúde Publica (USP) da Guarda indicou hoje que há 40 pessoas, entre utentes e funcionários, que recuperaram da covid-19, após a realização de testes no lar da Misericórdia de Vila Nova de Foz Côa. “Das pessoas recuperadas, 26 são utentes, a que juntam mais dois em apoio domiciliário. Os números de funcionários recuperados é agora de 12”, concretizou à Lusa a diretora da USP da Guarda, Ana Viseu.

A responsável adiantou que na segunda-feira vão ser realizados mais testes de cura, através da Unidade Móvel de Saúde da Guarda, no Lar de Nossa Senhora da Veiga, em Vila Nova de Foz Côa. Na fase inicial do processo de contaminação naquele lar havia 69 utentes, dos quais 52 deram positivo para o novo coronavírus. Num total de 47 funcionários, entre os quais um profissional de saúde, 24 estavam infetados.

Segundo a USP da Guarda, desde o primeiro foco de infeção registado no dia 25 de Março, já morreram cinco utentes do lar gerido pela Misericórdia de Vila Nova de Foz Côa, que estavam infetados pelo novo coronavírus – dois homens e três mulheres, com idades situadas entre os 85 e os 100 anos. Este lar encontra-se em regime de isolamento, tendo já sido alvo de um processo de desinfeção levado a cabo por uma empresa especializada, medida que foi estendida a outros locais daquele concelho do Douro Superior..

LEIA TAMBÉM

Chuva e trovoada regressam em força este domingo

Aguaceiros, granizo, trovoada e descida da temperatura nos próximos dias

Portugal continental, em especial as regiões do interior norte e centro, poderá continuar nos próximos …

Paulo Caetano quer revitalizar a vila de Celorico da Beira através da União de Freguesias

Não quer ser mais um mero candidato. Paulo Caetano, 52 anos, pretende apresentar-se às próximas …