Home - Últimas - Linha telefónica gratuita permite compra e entrega de medicamentos em casa

Linha telefónica gratuita permite compra e entrega de medicamentos em casa

O acesso a medicamentos e aconselhamento farmacêutico já está disponível em todo o território nacional, através de uma linha telefónica gratuita que funciona 24 horas por dias. Quem necessitar de medicamentos basta ligar 1400, de qualquer rede móvel ou fixa, e fazer a sua encomenda e há diversas modalidades de entregas ao domicílio garantidas em todo o país, seja com serviços próprios da farmácia local, através das parecerias com autarquias, IPSS e os CTT.

“O 1400 é especialmente recomendado às pessoas que, pela sua idade ou condição de saúde, se devem abster de qualquer saída à rua durante a pandemia de COVID-19. Com uma chamada telefónica podem encomendar quaisquer medicamentos e produtos de farmácia. O centro de atendimento dará prioridade à satisfação dos pedidos de doentes crónicos e pessoas com mais de 60 anos”, explica uma nota da Associação Nacional de Farmácias.

A linha pode ainda ser usada para planear visitas à farmácia. “O serviço 1400 garantirá a cada português que terá à sua espera, na farmácia da sua preferência, todos os medicamentos e produtos de saúde de que necessita, com especial atenção aos mais urgentes”, salienta a nota.

“As farmácias montaram em tempo recorde um serviço farmacêutico telefónico de abrangência nacional. Todos devemos evitar sobrecarregar a linha com pedidos desnecessários, para ser possível responder de imediato às necessidades urgentes e das pessoas mais frágeis”, apela o presidente da Associação Nacional das Farmácias (ANF), Paulo Cleto Duarte.

A escolha da farmácia cabe a cada cidadão. O atendimento telefónico informa quais as farmácias mais próximas com os medicamentos disponíveis. Antes de libertar qualquer encomenda, a farmácia escolhida contacta sempre o utente para o esclarecer quanto aos benefícios, riscos e instruções a seguir para o bom uso dos medicamentos.

“A pandemia pode ter colocado em causa as visitas à farmácia, mas jamais o serviço farmacêutico completo e seguro. As farmácias continuam próximas de qualquer português, a cada segundo que passa”, garante o presidente da ANF.

LEIA TAMBÉM

Candidato do PSD assegura que conseguiu equilíbrio financeiro da CM de Celorico da Beira e que o concelho está “recuperar o respeito perdido”

O recandidato do PSD à Câmara Municipal de Celorico da Beira assegurou, durante a apresentação …

Um ferido grave em despiste no Carregal do Sal

Um homem, de 25 anos, ficou gravemente ferido após despiste do carro que conduzia em …