Home - Outras notícias - Mais 39 detenções e 649 estabelecimentos fechados devido às medidas do estado de emergência
Fiscalização da GNR sobre automobilistas levou a sete detenções

Mais 39 detenções e 649 estabelecimentos fechados devido às medidas do estado de emergência

“Até ‪às 18h00 de hoje, foram detidas por crime de desobediência, designadamente por violação da obrigação de confinamento obrigatório e por outras situações de desobediência ou resistência, 39 pessoas”, lê-se na nota do MAI enviada esta tarde de quarta-feira às redacções. Neste “mesmo período”, acrescenta o ministério tutelado por Eduardo Cabrita, “foram encerrados 649 estabelecimentos por incumprimento das normas estabelecidas”.

Face a estas violações das regras impostas com a declaração do Estado de Emergência, o Ministério da Administração Interna “reitera o apelo a todos os cidadãos para o escrupuloso cumprimento das medidas impostas pelo Estado de Emergência, contribuindo assim para conter a propagação da pandemia”.

Recorde-se que, dando cumprimento às determinações do Decreto que regulamenta o Estado de Emergência, a Guarda Nacional Republicana (GNR) e a Polícia de Segurança Pública (PSP) têm vindo a desenvolver, desde ‪as 00h00 do dia 22 de Março, “uma intensa actividade de sensibilização, vigilância e fiscalização junto da população”.

LEIA TAMBÉM

Canas de Senhorim com mais dois casos de CVID-19 e no total já são cinco

O Município de Nelas conta desde hoje com mais dois casos positivos do COVID-19, acrescendo …

Oliveira do Hospital impõe aumentos no preço da água que chegam a superar os 65 por cento

Empresa de gestão de água do Pinhal Interior (APIN) vai aplicar tarifário social no período de emergência

A APIN – Empresa Intermunicipal de Ambiente do Pinhal Interior Norte, que agrega 11 municípios …