Home - Últimas - Marcelo pede aos portugueses que se preparem para um 2023 difícil devido aos incêndios

Marcelo pede aos portugueses que se preparem para um 2023 difícil devido aos incêndios

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, apelou hoje aos portugueses para se prepararem para o problema dos incêndios em 2023, prevendo que será um ano muito difícil. “Não há instituições que possam ter sucesso [na prevenção dos incêndios] se os portugueses não aderirem”, afirmou o Presidente da República, apelando a que todos possam “começar no Inverno a trabalhar para o Verão”, na expectativa de que a população se prepare para ter “um papel fundamental” na próxima época de incêndios.

Marcelo Rebelo de Sousa falava, em Mafra, no final da apresentação da Operação Floresta Segura que a GNR vai levar a cabo entre os dias 01 de Fevereiro e 30 de Novembro. Uma apresentação “muito impressiva, muito clara, muito transparente e mostrando a disponibilidade e a competência da Guarda Nacional Republicana”, afirmou o chefe de Estado, assumindo acompanhar “as preocupações do Governo” num ano que se perspectiva “difícil quanto a fogos”.

Primeiro “porque as informações que temos no plano europeu vão nesse sentido” e, segundo “porque passaram seis anos sobre os incêndios de 2017 e quem conhece estes ciclos sabe que, em termos de acumulação de combustível, isto transforma este ano num ano mais complicado do que 2022, 2021, 2020”, estimou.

Um panorama que merece a preocupação de Marcelo, para quem, além de as entidades ligadas à prevenção estarem a trabalhar em conjunto, é necessária “a colaboração dos portugueses”.

 

LEIA TAMBÉM

IPMA prolonga aviso amarelo devido ao frio

O IPMA prolongou o aviso amarelo até às 11h00 de quinta-feira nos distritos de Vila …

Equipa de ciclismo Tavfer-Ovos Matinados-Mortágua aposta na continuidade do “trabalho desenvolvido em 2022”

A Equipa Continental UCI Tavfer-Ovos Matinados-Mortágua para a nova temporada foi apresentada no auditório do …