Home - Opinião -  Milhões de euros em «derrapagens» por Oliveira do Hospital. Autor: Carlos Martelo
Obra do «Campus Educativo» ameaça já vir a ter sucessivas «derrapagens»...

 Milhões de euros em «derrapagens» por Oliveira do Hospital. Autor: Carlos Martelo

Há quem diga que as «derrapagens» em prazos de execução de várias obras municipais pretendem mostrar um estilo de condução «audaz» em uso pelos «condutores» do nosso Município, está-se a ver, a nível das maiorias partidárias na Câmara Municipal.  Mas também há quem classifique a «moda» como um «escuro» sintoma da incapacidade reinante no mister autárquico o que a seguir provoca um maior dispêndio dos dinheiros públicos necessários após cada «derrapagem», obra a obra… Aliás, seria muito esclarecedora a publicação das várias obras municipais com as verbas das adjudicações iniciais e as verbas finais após a respetiva execução…

Casa da Cultura César de Oliveira já fez vários «piões» em cinco anos a derrapar…

Eis mesmo o caso mais escandalosamente exemplar. A fazer fé nas declarações do Presidente da Câmara à época, a obra de requalificação da Casa da Cultura César de Oliveira estaria feita em 2017.  Porém, está a acabar 2022 sem ser concluída!  Que aconteceu?      Ora, a Câmara atual ainda não divulgou, preto no branco, exatamente como está o processo que envolve empresa(s) adjudicatária(s), prazos máximos de execução da obra no contexto de uma candidatura aprovada com significativas comparticipações financeiras da União Europeia, e que consequências práticas, sobretudo financeiras, poderão recair sobre o nosso Município, caso o processo em curso ultrapasse todos os prazos oficiais fixados para execução desta obra?  Mantém-se a falta de transparência nada recomendável do ponto de vista da democracia e da boa gestão autárquica.  E somos nós todos a pagar a fatura…

«Campus Educativo» em Oliveira do Hospital já entrou em «derrapagem»…

Como em geral se sabe, trata-se de uma construção pretensiosa e cara para, disseram-nos, vir a acolher o ensino pré-escolar e o ensino básico da União de Freguesias de Oliveira do Hospital e S. Paio de Gramaços mas, de facto, logo se verá quantas outras escolas mais vão ser fechadas para que este «Campus Educativo» funcione…

Na plataforma informática própria com os projetos aprovados pelo programa oficial do «PO Centro – Portugal 2020», vem a respetiva «contratação pública» (adjudicação) por uma verba inferior à que está publicitada – aqui vem uma verba total de 4 milhões, 685 mil 881 euros e 71 cêntimos – na placa indicativa específica afixada à entrada desta obra.  Note-se que o então Presidente da Câmara falou em «7 milhões de euros» quando a anunciou publicamente tendo talvez incluído o custo do terreno onde está a ser construída.  Mas também não é confirmado o custo final e total para já previsto, incluindo também os acessos rodoviários.  Mais e mais falta de transparência por parte da Câmara.

No contrato já citado vem o prazo de 540 dias para execução desta obra do «Centro Educativo» logo promovido a «Campus Educativo», após a data desse contrato, a 23 de Julho de 2020, o que implicaria o final desta obra até Fevereiro de 2022, pelo que já há um atraso de oito meses!  E tendo em conta o baixo nível de execução atual, vamos ter «derrapagens» em cima de «derrapagens»!…

E outras obras Camarárias «correm» no mesmo tipo de «corridas em derrapagem».

Falamos da «Zona Industrial» mais da «requalificação do Centro Histórico» da cidade, em suma, de quase todas as principais obras municipais para não sermos mais descritivos.

«Derrapagens» e mais «derrapagens»!  Eis a norma da prática oficiosa desta Câmara Municipal que deveria ser a exceção e, mesmo assim, muito bem justificada!  Haja Deus e valha-nos a Santa Paciência!…

Carlos Martelo

 

 

 

 

Autor: Carlos Martelo

LEIA TAMBÉM

Tabaco: o inimigo mortal da saúde cardiovascular. Autor: João Brum Silveira

Todos os anos quase dois milhões de pessoas morrem devido ao tabaco, refere o relatório …

“Caldeirada NATO” servida “a la Putin”. Autor: João Dinis, Jano

Prossegue a guerra na Ucrânia e arredores com o cortejo de dramas e tragédias a …