Home - Sem categoria - Mulher italiana de 104 anos recuperou da Covid-19
doença respiratória

Mulher italiana de 104 anos recuperou da Covid-19

A pandemia do novo coronavírus continua a fazer centenas de vítimas mortais em Itália diariamente, mas também há espaço para história de sobrevivência à Covid-19. É o caso de Ada Zanusso. Actualmente com 104 anos, a mulher italiana, que já ultrapassou duas guerras mundiais, tornou-se na sobrevivente ao novo coronavírus mais velha do mundo.

Ada, que vive “por sua escolha” na residência Maria Grazia, em Lessona, na província de Biella, apresentou os primeiros sintomas (febre e vómitos) no início de março, tendo sido testada de forma positiva para a Covid-19 no dia 17 de Março.”Ela estava com febre e vómitos. Não consegui vê-la porque as visitas foram proibidas por causa do novo coronavírus, mas consegui  ouvi-la todos os dias no telefone e até fazer videochamadas. Claro, eu imediatamente suspeitei que fosse coronavírus”, começou por dizer o filho Giampietro Brisotto ao Corriere della Sera.

“Mas agora ela está curada. Agora ela está bem, ela voltou à sua vida habitual. Eu temia o pior, mas senti que ela poderia ultrapassar isto. Ela até começou a ler e repetir o rosário à noite. Ela milagrosamente ficou curada. Ela é uma mulher com um temperamento forte e vigoroso. A sua fé e o seu hábito de estar sempre ao ar livre sempre a ajudaram, mesmo que seja apenas para fazer uma horta”, sublinhou.

LEIA TAMBÉM

Novo Mapa judiciário entra em vigor segunda-feira, Tribunal de Oliveira do Hospital reduzido Secção de competência genérica e Câmara só discutiu assunto a 24 de Julho

Tribunal iniciou julgamento de assaltantes de carrinha de Valores em Vila Nova de Poiares

O Tribunal de Coimbra começou hoje a julgar três homens e três mulheres acusados de …

Bebé nasce em ambulância no IP3 com ajuda da avó que é bombeira

Os Bombeiros Voluntários de Carregal do Sal ajudaram um bebé a nascer numa ambulância da …