Home - Últimas - Município de Seia duplica valor das bolsas de estudo do ensino superior

Município de Seia duplica valor das bolsas de estudo do ensino superior

O executivo municipal de Seia aprovou, esta manhã, na reunião de Câmara, uma verba de 30 mil euros destinada às bolsas de estudo para alunos do concelho, com menores recursos económicos, que frequentem o ensino superior. A proposta foi aprovada por unanimidade, ao abrigo do novo Regulamento Municipal para Atribuição de Bolsas de Estudo a Alunos do Ensino Superior, e contempla um total de 30 bolsas, de mil euros cada, o que perfaz um total de 30 mil euros, uma ampliação de 16.750 euros face aos anos anteriores.

“Com esta medida, e tendo em conta as dificuldades sentidas pelas famílias, a autarquia pretende propiciar aos jovens do concelho igualdade de oportunidades e estimular o acesso à formação superior. A Câmara assume, por esta via, o seu papel de parceiro no processo de formação, pela importância que o mesmo representa, pois o desenvolvimento do território só será possível com jovens qualificados”, referiu o presidente da Câmara Municipal, Luciano Ribeiro.

Das 30 bolsas destinadas para o ano letivo 2022/23, 18 são para alunos que frequentem os cursos de licenciatura e/ou licenciatura com mestrado integrado, e cinco para alunos de mestrado, ambos com frequência em estabelecimentos de ensino superior fora do concelho. As restantes candidaturas são reservadas a alunos de cursos técnicos superiores profissionais, duas vagas, e a estudantes de licenciatura na Escola Superior de Turismo e Hotelaria de Seia, neste caso cinco.

Podem candidatar-se a este apoio, alunos com frequência em cursos devidamente homologados, residentes e recenseados no concelho de Seia, há mais de três anos, com idade igual ou inferior a 25 anos e as candidaturas estão abertas até ao dia 31 de Outubro e deverão ser entregues no edifício do Elo Comum (junto ao Centro de Emprego).

Fazem, igualmente parte dos requisitos de candidatura, a prova de um rendimento mensal per-capita abaixo do valor fixado para o indexante dos apoios sociais, por si, ou através do seu agregado familiar. Assim como, a necessidade de terem tido aproveitamento escolar no ano letivo anterior, quando aplicável.

De entre os critérios de atribuição sublinha-se, o facto de o apoio à educação e formação dos jovens do concelho ser cumulativa com outros benefícios sociais (outras bolsas), desde que comunicados no acto da candidatura.

LEIA TAMBÉM

O regresso da chuva forte e trovoadas

A chuva, por vezes forte e acompanhada de trovoadas, vai voltar a todo o país …

Município de Figueira de Castelo Rodrigo investe 550 mil euros em seguro de saúde renovado e mais abrangente para os munícipes

A CM de Figueira de Castelo Rodrigo renovou e reforçou os serviços do “Seguro de …