Home - Sociedade - Cultura - “Não fora a incontornável «timidez artística» e tê-lo-íamos mais vezes em público”

 

“Urbanidades” é o título de uma exposição de pintura de Álvaro Assunção, hoje inaugurada na Casa da Cultura César Oliveira – com a presença de vários admiradores do artista e da vereadora da cultura, Fátima Antunes – e que estará patente ao público até ao próximo dia 19 de Março.

“Não fora a incontornável «timidez artística» e tê-lo-íamos mais vezes em público”

Imagem vazia padrãoComposta por 21 trabalhos – alguns deles da colecção particular do autor –, a exposição retrata a veia artística do conhecido professor de Biologia e Geologia da Escola Secundária de Oliveira do Hospital que, nas horas livres, tem a pintura como uma das suas principais companhias.

“O Álvaro, o nosso Álvaro Assunção, consegue de modo natural e imanente traduzir essa vivência com o óleo e a tela ou com a sua velha caneta sobre o «canson», sendo um privilégio podermos apreciar a sua obra. Não fora a incontornável «timidez artística» e tê-lo-íamos mais vezes em público”, escreve Paulo Albernaz, em jeito de prefácio, no “catálogo” da exposição, organizada pela Câmara Municipal de Oliveira do Hospital.

LEIA TAMBÉM

Seia recebe CineEco que organiza 1º Encontro Mundial de Festivais de Cinema Ambiental com oradores de destaque mundial e mais de 80 filmes

A 24ª edição do CineEco – Festival Internacional de Cinema Ambiental da Serra da Estrela  arranca no …

‘Nariz Preto’ de Pedro Tochas chega a Oliveira do Hospital

O espectáculo de Pedro Tochas, ‘Nariz Preto’, inserido no âmbito do programa ‘Coimbra Região de …