Home - Destaques - Nuno Vilafanha inicia ciclo de “porta aberta” no PSD de Oliveira do Hospital

Nuno Vilafanha inicia ciclo de “porta aberta” no PSD de Oliveira do Hospital

Nuno Vilafanha tomou posse, no último sábado, como presidente da CPS do PSD de Oliveira do Hospital. Vindo de um sufrágio participado por duas listas, o novo líder dos social democratas no concelho apelou à “união” e defendeu um partido de “porta aberta”.

“Pretendemos incluir todas as pessoas. Compromete- mo-nos a aceitá-las e integrá-las se assim quiserem”, afirmou anteontem o novo presidente da Comissão Política de Secção do PSD de Oliveira do Hospital no momento em que tomou posse e, manifestou assim a disponibilidade do partido para chamar a si todos os que se que se revêem no PSD. “Vamos estar sempre com as portas abertas e disponíveis para todos os militantes”, disse ainda Nuno Vilafanha, referindo em particular os elementos da lista contra a qual se candidatou à liderança da Comissão Política de Secção e cuja ausência foi visível no decorrer da sessão de tomada de posse.

A suceder a António Duarte na liderança da concelhia laranja, Nuno Vilafanha acredita estar a dar início a um “novo ciclo” no partido que gostaria que “ficasse marcado pela esperança”. “Temos um longo caminho a percorrer para emendar e recuperar o que foi feito. Reparar os estragos e construir um PSD mais forte, mas credível e ganhador”, afirmou.

À saída de um ato eleitoral autárquico que se revelou desastroso para o PSD concelhio, Nuno Vilafanha considera que agora “não há lugar para apontar quem é mais ou menos culpado”. “Para nós, o PSD são todos os militantes. Todos fazem parte da nossa equipa”, assegurou, clarificando que “o nosso adversário é o Partido Socialista”. “Para nós, os “eles” são os socialistas”, frisou.

Nuno Vilafanha falava assim numa sessão onde o seu antecessor no cargo lamentou o facto de Oliveira do Hospital não ter sabido “aproveitar a capacidade de Cristina Oliveira” e onde disse haver condições para o partido recuperar a Câmara Municipal. “Apesar de parecer que o PSD está derrotado, se calhar se houver bom senso, atitude de trabalho e dedicação quase exclusiva há todas as possibilidades de reverter a situação e de o PSD concretizar o seu objetivo”, referiu António Duarte, avisando que “isto é cíclico” e que “ninguém está no poder por muitos anos”. A favor do PSD, Duarte considera estar o facto de o PS conviver “mal” com a maioria absoluta e de se estarem a desenhar “picardias e desaguisados”. Porém, entende que o PSD não deve esperar que os socialistas se “degradem”. “ A vitória é conseguida com uma Comissão Política coesa”, registou António Duarte.

“Com esta equipa, esta mudança geracional, o PSD vai estar forte, unido e motivado e vai fazer um trabalho em prol de Oliveira do Hospital e dos seus habitantes”, afirmou também o secretário geral do PSD, José Matos Rosa.

LEIA TAMBÉM

CDU acusa PS e PSD de patrocinarem politicamente um “golpe” sobre a CA de Oliveira do Hospital

A Coligação Democrática Unitária, CDU, em Oliveira do Hospital considera “uma perda institucional e prática …

IP3

Sonho da duplicação do IP3 continua a ser alimentado por consulta publica que decorre até Julho

O Estudo de Impacte Ambiental da duplicação e requalificação do IP3 entre o nó de …