Home - Opinião - Ó menino candidato! Não te excites, nem te irrites! Autor: Carlos Martelo

Ó menino candidato! Não te excites, nem te irrites! Autor: Carlos Martelo

«Comédia quase bufa» em três Actos, III e último Ato

 III Ato:

– Ó menino candidato! Não te excites, nem te irrites!

A Cena desenrola-se em um salão de Câmara Municipal.

 

O populista Chefe de equipa agita-se enquanto diz:

– «Menino candidato».  Ouça com atenção senão ainda o afasto da minha equipa!

«Menino candidato»:

– Sim Chefe. Mas pensava que era eu o novo líder desta equipa e não Você.

Chefe:

– Pensava? Parabéns por já pensar mas eu é que lhe digo a si o que deve ou não pensar, percebe?

Entretanto, ecoa pela sala o cantar do «coro dos boys» que se encontra por trás de um cortinado:

– Ouve, ouve, ouve o Chefe, «menino candidato».  Deixa que o Chefe pense…. Deixa que o Chefe fale…. Ouve, ouve, e faz-te de mudo.  Não nos deites a perder o tacho…

Continua o Chefe:

– Sim, «menino». Vou trazer-te pela mão.  Vou levar-te a todo o lado. Vais ser o meu «roberto».  Deixa que as pessoas pensem que sou eu o candidato a continuar por mais quatro anos.

Responde o «menino candidato»:

– Mas ó Chefezinho. Eu até já aparo a barba. Eu até já visto fato novo e com gravata. Deixe-me falar, deixe-me inventar, deixe-me ficar nas «selfies» e beijocar as velhas e as criancinhas.

Chefe com aspereza:

– Ó «menino», com essa da «gravata» ao peito só vai fazer lembrar aquele outro, o seu adversário principal.  E vai dar-lhe votos com isso que entre o original e a cópia, as pessoas preferem o original.  Faça-se mais esperto, faça-se mais esperto!

De novo o «coro dos boys»:

–  Faz-te mais esperto. Ouve o Chefe, ouve o Chefe!  Não nos dês cabo dos tachos!

Menino, num à parte, para o lado contrário aquele em que está o coro:

– Oh! Que grande desilusão!  Andei eu a preparar-se para isto desde que deixei a escola.      E tanto me ajudaram já os meus padrinhos!  Ai, este Chefe tem a mania…  Ai, estou a ficar tão nervosinho!

Coro que captou os últimos sons e embora não tenha percebido bem, remata:

– Coitadinho, coitadinho? Dizes isso de ti?   Coitados, mas é de nós que ainda perdemos os tachos e depois que vamos fazer à vidinha!

Intervém o Chefe:

– Calem-se já com a choradeira!  Isto não é brincadeira!  Eu é que sou o chefe!  Vamos é prá propaganda!  Dêem corda aos sapatos ou saltam da minha equipa.  Mais cultura, mais cultura que isto não trabalha à mistura!

«Menino candidato» com a língua já enrolada, sussurra quase em súplica:

– Para quê dar corda ao sapato?  Eu tou apto, eu tou apto. Deixe-me ir à sua frente!

Berra o Chefe:

– Pois nem à frente nem atrás. Vai a meu lado que eu levo-o pela mão, já lhe disse!

Canta o «coro dos boys»:

– Obedece, obedece.  Vais pela mão, vais pela mão.  Vais ao lado. Não nos deites os tachos a perder!

«Menino candidato» resmunga:

– Vou ao lado, vou ao lado?  Mas com o chefe a servir de condutor no automóvel que eu não posso conduzir!  Não conduzo porque não quero. Porque não quero, ouviram bem?! Não porque seja um atrofiado físico ou mental.  Eu nasci para ter condutor!

«Coro dos boys» em fundo:

– Não te excites, nem te irrites. Não nos deites os tachos a perder!

Chefe :

– Bem que eu pensei noutro candidato que não o «menino», mas os seus padrinhos, os seus padrinhos!…

«Coro dos boys» – «molto alto»:

– Ouve ´menino´ ouve bem.  Obedece ao Chefe, obedece ao Chefe ! Limpa os sapatos ao Chefe!  Vamos lá, vamos lá que temos de assegurar os tachos!

E saem todos em cambulhada pela direita baixa.

…………………………………………………………

Fim do III Acto da peça «Comédia quase bufa».

Autor: Carlos Martelo

LEIA TAMBÉM

Em Ervedal da Beira, Junta de Freguesia esqueceu-se e até já deixou secar as mimosas!… Autor: João Dinis

Em Ervedal da Beira, Junta de Freguesia esqueceu-se e até já deixou secar as mimosas!… …

Ponte Palhez – rio Mondego – liga concelhos de Mangualde e Gouveia e distritos da Guarda e Viseu. Autor: João Manuel Pais Trabulo

Situada na EN 232, sobre o rio Mondego, serve de ligação entre os concelhos de …