Home - Região - Oliveira do Hospital - Ok! Querem algo simples? Autor: André Duarte Feiteira.
À Boleia Autor: André Duarte Feiteira

Ok! Querem algo simples? Autor: André Duarte Feiteira.

Imaginem um mundo, aquele que vos pareça o mais adequado e que contenha todos os meios necessários para viverem em eterna felicidade. Já pensaram? Era bom, não era? Pois é, infelizmente ainda não existe esse tal mundo, mas apenas para nós, há quem já tenha encontrado a dita terra prometida.

Na última Assembleia Municipal de Oliveira do Hospital tive a oportunidade de poder ouvir ao vivo, ontem, tive o prazer de ler e relembrar as palavras do Presidente da Junta de Travanca de Lagos, António Soares, e confesso, ouvindo podia passar, lendo, é mau de mais.

Como já devem ter depreendido, quando referi “há quem já tenha encontrado a terra prometida”, estava a supor que o senhor Presidente António Soares já a tenha encontrado, perdão, o cenário é ainda mais catastrófico, o senhor presidente encontrou um deserto, só que, por milagre, transformou-se na terra prometida, perdão novamente, não se transformou, foi o SENHOR PRESIDENTE DA CÂMARA QUE TRANSFORMOU!

Para comprovar tudo isto, nada melhor que citar o próprio, até para que percebam o motivo de ter escrito em maiúsculas. “Senhor Presidente da Câmara, o senhor sabe que, já por diversas vezes, nesta Assembleia, referi que gostaria de ver satisfeitos os desejos da população da Adarnela no que toca ao abastecimento de água e, se possível, ao acesso ao saneamento. Sei, senhor Presidente, que o senhor está aberto e disponível para discutir este problema e para o resolver, porque é de inteira justiça e as pessoas desta localidade o merecem. Não será, porventura, neste mandato, mas tenho a certeza que será durante o SEU próximo mandado. Sim, disse intencionalmente, que será no SEU próximo mandato porque acredito que o senhor será o próximo Presidente dos Oliveirenses”. Agora, como na escola primária, vamos analisar este discurso. Como qualquer criança, conseguimos perceber que existem pessoas a viver sem acesso a água e a saneamento e até conseguimos identificar que o alerta já foi dado há algum tempo, no entanto, pelo se pode ler, nada alterou. Também conseguimos perceber que o senhor presidente António Soares não sabe quando é que este problema terá resolução e que já abdicou que este venha a ser resolvido ainda neste mandato, contudo, há uma coisa que o senhor António Soares já sabe, é que o próximo presidente da Câmara já está encontrado, haja ou não saneamento. Quanto às maiúsculas utilizadas pelo senhor presidente da junta para descrever o “SEU” próximo mandato não sei qual a interpretação literária que cada um de vós fará, mas eu atribuo-lhe uma carga divina, um culto cego ao seu Deus. Bom, vamos então continuar a citar António Soares: “O senhor conhece o concelho, conhece as pessoas, tem um projeto de futuro para as pessoas deste Concelho e uma visão global desta região.
E, por isso, lanço um desafio a todas as forças políticas do concelho, às forças vivas e à sociedade civil: não tenham preconceitos em apoiarem quem luta pelo concelho, quem o conhece como ninguém. Só é pena não ter tido à sua disposição os fundos a que outros tiveram acesso, em tempos de vacas gordas, pois se agora assim fosse, o concelho de Oliveira do Hospital seria completamente diferente, para melhor”. Primeiramente, e, não querendo desapontar nem desanimar o senhor presidente António Soares, quero alerta-lo que caso o “SEU” candidato vença as próximas eleições são os últimos quatro anos, pois é, caiu no mundo real? Já passaram OITO ANOS!!! O projecto, quanto a mim, deveria ir a tocar no topo, mas não, o futuro vem agora, nos últimos quatro anos… A crença é tal, que o senhor presidente quer fundir as forças políticas, as forças vivas (estranho não ter evocado as mortas para aumentar o dramatismo) e a sociedade civil em torno de uma causa, só se esqueceu de perguntar se as pessoas estão interessadas em abraçar essa causa.

Já agora, senhor presidente António Soares, no próximo fim-de-semana, quando visitar a Feira/Festa do Queijo Serra da Estrela, recorde-se de mim, olhe à volta, e repare que todo aquele espaço, despido de queijo, tendas e televisão, já lá estava antes do dito projecto de futuro. Já que está perto, vá ao Parque do Mandanelho, dê uma volta em contacto com a natureza (ajuda a clarificar a mente) e vai descobrir um espaço de lazer e condições para fazer mais uma festa do SEU candidato, mas, mais uma vez, o espaço já lá estava antes do SEU presidente. Quanto a si não sei, eu prefiro investimento em obra pública, algo que fica e acrescenta valor, se prefere a política do aumento da festa pública, não o censuro, mas não fale como se fossem todos a favor dessa corrente.

Para que se perceba, estas citações não foram retiradas de uma sede de campanha de um partido político mas sim de uma Assembleia Municipal em que se devem discutir assuntos que visem o bem estar dos munícipes e não fazer política dura e crua. Depois disto (e já ninguém se lembra do saneamento), quero acreditar que António Soares, actual Presidente da Junta de Freguesia de Travanca de Lagos, eleito numa candidatura independente, venha a ser a escolha do Presidente da CMOH Jose Carlos Alexandrino, para encabeçar a Freguesia que já preside.

Para terminar, gostaria de citar o slogan que levou em 2013 António Soares a ganhar as eleições como independente “Travanca de Lagos Unida, Sorri”. Não senhor presidente, com isto, sorrimos todos!

À Boleia Autor: André Duarte FeiteiraAutor: André Duarte Feiteira

LEIA TAMBÉM

É necessário coragem e seriedade. É necessário Rui Rio…Autor: Nuno Tavares Pereira

Nas alturas difíceis do país têm sido os partidos de direita o recurso para segurar …

O fim dos incentivos à desflorestação ilegal. Autora: Helena Freitas

A desflorestação prossegue a um ritmo preocupante em todo o mundo, com especial impacto nas …