Home - Região - Freguesias - Olh´ó “Pró-tagonista” ?! Ó meus senhores, façam mas é aquilo que vos compete fazerem… Autor: João Dinis (Jano)

Olh´ó “Pró-tagonista” ?! Ó meus senhores, façam mas é aquilo que vos compete fazerem… Autor: João Dinis (Jano)

Ao que me disseram – se eu tivesse ouvido, no momento, teria que lá responder e à letra – na última sessão da Assembleia Municipal (29 de Abril), o Presidente da Junta de Freguesia da (ainda) União das Freguesias de Ervedal e Vila Franca da Beira, terá dito que nós – a nível pessoal, João Dinis, e a nível político CDU – nós intervínhamos na Assembleia Municipal (como “público”) porque queríamos ter “protagonismo”…

Pois bem:

-Eu confirmei a acusação em duas fontes. Porém, o facto é que a lei e a legitimidade democráticas garantem-nos o direito – para exercer um dever – de intervirmos nas sessões da Assembleia Municipal como “público”. E nós gostamos de exercer os direitos e os deveres democráticos que, aliás, muito (nos) custaram a conquistar.

rotundas rega (Small)– Para além disso (e já não é pouco), temos muita legitimidade. Do ponto de vista da nossa já longa e consequente intervenção concreta junto das – e para as – Populações, e por continuarmos a ser eleitos na Assembleia de Freguesia da (ainda) União das Freguesias.

– Acresce que o Presidente da Junta de Freguesia da União das Freguesias – que faz parte da Assembleia Municipal “apenas” por ser Presidente da Junta – ele entretém-se, lá, nas disputas verbais de carácter partidário (PS) e “esquece-se” da nossa Freguesia.

Assim, se nós – João Dinis e CDU – não fôssemos às sessões da Assembleia Municipal, não se ouviria lá falar das questões concretas por resolver na nossa Freguesia! E também porque ele (o Presidente da Junta) é “teimoso”, e vai continuar assim, a esquecer-se da nossa Freguesia também na Assembleia Municipal, lá teremos nós que continuar a ser “teimosos” e a ir intervir, embora como “público”…

– Convém entretanto recordar que, há já uns anos atrás, outro elemento da Assembleia Municipal lá nos acusou até de uma “coisa” ainda pior:- corria então o tempo (início dos anos 2000) em que, por falta de condições (físicas) de prevenção rodoviária, havia frequentes e muito graves acidentes no troço da Estrada que passa por – Ervedal – Vila Franca – Aldeia Formosa – Seixo da Beira. Em dez anos morreram lá onze pessoas!

Nós reclamávamos, sempre, a intervenção da Autarquia Municipal e dos Governos para se instalar, lá, meios físicos que contribuíssem para evitar os acidentes rodoviários, graves, no troço em causa. Pois durante uma sessão da Assembleia Municipal de então, houve um “artista” que nos acusou, veja-se bem, de nos querermos promover “à custa dos mortos” na mesma Estrada?! Claro que isto é o género de ofensa que nos faz ficar mais do que indignados. Porém, não nos inibe. Continuámos a luta…até lá se instalar vários desses meios físicos. Por exemplo, as Rotundas que recentemente foram inauguradas com as suas ornamentações artísticas (uma) e pseudo-artísticas (outra). Rotundas que, para além de inauguradas, merecem ser “condecoradas”.  É que, desde que lá foram abertas essas Rotundas, não mais se registaram acidentes graves! Pois da nossa parte sentimo-nos mais do que compensados da luta que travámos e das ofensas insidiosas de que fomos alvo…

Eu quero “pró-tagonismo” ?    Mas será que não vêem que eu até fui, no 1º de Maio, regar os Cardos “inaugurais” da Rotunda da “Mulher Queijeira”, em Vila Franca da Beira ?

Souberam inaugurar as Rotundas – que aliás vão ser pagas com (bastante) dinheiro público…

rotunda cardo seco (1) (Small)Souberam arregimentar para as inaugurações uma ou outra figura local, por sinal conveniente do ponto de vista partidário (PS)…e souberam “esquecer” outras que, por razões da mais elementar justiça, até mereciam ter sido convidadas para o palanque “oficial”. Souberam lá “botar faladura”…com as Pessoas a ouvir…

Mas agora, uma semana depois disso – hoje é Domingo, dia 1º de Maio – já se voltaram a “esquecer” das Rotundas. Numa delas, está secar o Cardo lá plantado à volta, como símbolo e como decoração. Noutra, secam os “pinheiros anões” que correm o riso de ficarem mais anões do que nunca. Ou seja, o Cardo morre à sede, e à sede morrem os “pinheiros anões” !    E morrem todos à sede porque a Junta da União das Freguesias não os manda regar e tem meios próprios para isso. Por outro lado, o projecto das Rotundas não previu rega automática…

E o Presidente da Junta de Freguesia também não vai lá regar as plantas das Rotundas…

Se calhar, por andar sempre envolvido nas querelas partidárias, não tem tempo nem presta atenção às “coisas” da Freguesia… Que “seca”!

Então, não nos resta alternativa senão irmos, nós próprios, regar as plantas… Mesmo que, depois, nos venham acusar de querermos “pró-tagonismos”… Mas que raio?! Afinal, por que razão não vai lá o Presidente da Junta regar? Será que é para o não acusarmos, agora nós, de ele querer “pró-tagonismos” ?

E, já agora, vamos lá fazer uma “novena”, à volta das Rotundas, para rogar ao S. Pedro que faça chover e depressa ! Confiamos em que o S. Pedro nos entenda e faça mesmo chover…ainda que, depois, uns “iluminados” cá do burgo também o venham acusar, ao S. Pedro, de querer             “pró-tagonismos” ilegítimos…

Olh´ó  “Pró-tagonista” (João Dinis, Jano) que até no Dia 1º de Maio resolveu ir regar os Cardos “inaugurais” da rotunda em Vila Franca da Beira!

Quanto a outros “pró-tagonistas” – pela negativa – sim, vejam lá mas é se fazem aquilo que lhes compete fazerem !  Que “seca” !…

Fotos alusivas, tiradas também ontem, dia 1º Maio.

 Autor: João Dinis, Janojanoentrev2

LEIA TAMBÉM

“Este executivo socialista já iniciou funções cansado e sem ideias…”

O vereador da coligação PSD/CDS-PP Francisco Rodrigues considera que os executivos da Câmara Municipal de …

“Bilhete Postal” desde a Cidade – Oliveira do Hospital: “Camuflagem urbana” da estátua da menina que voa nua por entre as árvores. Autor: João Dinis

Ali se pode apreciar o contexto, um pouco abaixo da “nova” Rotunda Armindo Lousada – …