Home - Outros Destaques - “Oliveira do Hospital hoje é conhecida em todo o mundo”

“Oliveira do Hospital hoje é conhecida em todo o mundo”

“O Aqua Village Health Resort & Spa, além das funções sociais que tem desempenhado, ao criar 45 postos de trabalho, está também a fazer uma promoção de todo o território de Oliveira do Hospital, o que muitas vezes é esquecido. Hoje Oliveira do Hospital hoje é conhecida em todo o mundo”, disse hoje o promotor daquela unidade de luxo em entrevista concedida à Rádio Boa Nova. Francisco Cruz destacou que nos mais de dois anos e quatro meses que leva de actividade, o empreendimento já arrecadou 16 prémios, 14 dos quais no Dubai, onde foi distinguido com 12 galardões em três categorias diferentes, desde a unidade hoteleira, restaurante e bar e SPA. O empreendimento recebeu também já o prémio de melhor resort de luxo da Europa para famílias.

Francisco Cruz não esqueceu, porém, as dificuldades que teve de enfrentar para implementar o projecto, mas considera que esta é uma aposta ganha. “Quando algo tende a mudar há sempre uma reacção menos positiva. O que se lamenta é que isto se arraste no tempo e que as pessoas fiquem agarradas ao passado e criem dificuldades ao desenvolvimento e à criação de postos de trabalho”, sublinhou, provavelmente, numa alusão aos desentendimentos que teve com a autarquia oliveirense liderada pelo presidente José Carlos Alexandrino ao longo do tempo.

A entrega dos prémios Haute Grandeur Global Execellence Awards no Dubai é um “aspecto marcante”, segundo diz Francisco Cruz nesta entrevista à Rádio Boa Nova. “Somos a unidade hoteleira que recebeu mais prémios de uma só vez”, conta. Mas o Aqua Village Health Resort & Spa está também a receber o reconhecimento de algumas figuras públicas que tem aproveitado para passar algum tempo naquele espaço. Francisco Cruz diz que não pode revelar quem sem o consentimento dos clientes, mas destacou a recente visita da cantora brasileira Fafá de Belém, com quem fez uma visita pela cidade.

“Temos recebido figuras publicas com regularidade”, sublinhou, destacando ainda que o mercado brasileiro tem sido um daqueles a nível internacional a partir do qual o empreendimento de Oliveira do Hospital tem tido mais procura, bem como do espanhol e do francês, permitindo ao complexo de cinco estrelas situado em Caldas de São Paulo uma percentagem de 25 por cento de ocupação por parte de estrangeiros e “está a aumentar”. Já a procura por portugueses fica com os restantes 75 por cento. Em 2018, contou com mais de 15 mil hospedes e ultrapassou as 32 mil dormidas. “Ou seja as pessoas não ficam apenas uma noite, ficam, em média, duas, com a taxa de ocupação a rondar os 55 por cento, o que depois do flagelo dos incêndios é obra”, explicou.

O êxito desta aposta deve-se ao facto de se ter criado algo de novo, diferenciador. “Não fazia sentido copiar algo já existente no mercado. O nosso conceito é uma aldeia dentro de outra aldeia. E hoje com capacidade para 135 pessoas temos mais capacidade de alojamento que a aldeia em si mesmo que tem 105 habitantes”, referiu, adiantando que o conceito da unidade foi desenhado para tirar partido do rio Alva e do ex-libris que a água termal. “Não a utilizamos no sentido convencional para tratamento, mas para a saúde e bem-estar e em termos de praia fluvial vamos este ano inaugurar a nossa”, explicou.

A unidade hoteleira oferece 30 apartamentos, 20 T2 e 10 T1 amplos, totalmente equipados incluindo uma luxuosa e exclusiva suíte Presidencial, um Spa e piscinas. O aquecimento das piscinas e da estrutura é feita através de uma central geotérmica, uma das maiores do país. “Portanto, praticamente a custo zero”, conta Francisco Cruz. Entre a diversidade e exclusividade dos serviços disponíveis, destaque para as estruturas suspensas nas copas das árvores, adaptadas para massagens, actividades de relaxamento e de leitura ou apenas de contemplação da paisagem circundante. O Aqua Village Resort conta ainda com sala de cinema, sala de congressos e um restaurante de autor, entre outras valências.

Foto retirada da gravação da Rádio Boa Nova

 

LEIA TAMBÉM

Empresa oliveirense Mundiveste colabora na produção de máscaras em tecido reutilizável contra a COVID-19

A Mundiveste, que tem como sócio gerente o empresário oliveirense Luciano Figueiredo, está a ajudar …

Oliveira do Hospital prolonga pagamento das refeições escolares até ao fim do surto da COVID-19

O Município de Oliveira do Hospital prolongou o prazo de pagamento das refeições escolares até …