Home - Sociedade - Oliveira do Hospital responde à “austeridade” com Feira de Emprego

Oliveira do Hospital responde à “austeridade” com Feira de Emprego

… dar “esperança e confiança às pessoas e agentes económicos”.

A Feira de Emprego, Formação e Empreendedorismo é a iniciativa que, pelo terceiro ano consecutivo decorre em Oliveira do Hospital para fazer face ao flagelo social do desemprego e que, por esta altura atinge no concelho números nunca antes registados (1261).

“E quantos precisam de ajuda que eu não conheço?”, questionou há instantes o presidente da Câmara Municipal que assumiu aquela como sendo a sua preocupação maior. “Esta é a maior luta e tentamos travar este combate que é desigual e muito difícil”, reforçou José Carlos Alexandrino que justificou a realização da Feira do Emprego, Formação e Empreendedorismo como uma forma de o município lutar contra a “austeridade” que todos os dias contribui para aumentar os números do desemprego.

À cabeça do conjunto de instrumentos de que o município se tem valido para atenuar a trágica realidade, o presidente da Câmara colocou o programa Ativosociais que “já deu emprego a 82 pessoas”. Uma realidade só possível por via de uma parceria entre a Câmara, o IEFP, IPSS e Juntas de Freguesia e que hoje volta a ser firmada- num sessão que terá lugar às 18h30 – através da assinatura de novos protocolos.

“Foi possível fazer um pequeno milagre e proporcionar um rendimento no final do mês”, referiu Alexandrino, destacando a necessidade de o programa ser ampliado e passar a abranger o domínio privado. Em causa está um caminho que José Carlos Alexandrino se orgulha de trilhar pelo bem que proporciona às pessoas que, de outra forma, não teriam possibilidade de ter uma “vida digna”.

“Não há dinheiro mais bem empregue do que ajudar as pessoas”, disse convicto o autarca que na presença de vários desempregados e jovens à procura de emprego não deixou sem resposta a oposição (PSD), que o acusa de comprar votos através dos programas ocupacionais, vulgo POCs. “Deveriam saber que as pessoas não estão em casa por querem, mas porque não conseguem arranjar trabalho”, registou o presidente, reiterando a total disponibilidade do município para continuar a estimular o emprego. Em concreto, Alexandrino destacou o programa que conta lançar em breve “município perto de si” com o qual espera dar trabalho a perto de duas dezenas de jovens, bem como o contributo que tem dado na agilização de procedimentos para a abertura da nova unidade de confeções Olijenas, e a construção do pavilhão no Pólo da Cordinha.

“Isto é o mais importante que posso fazer pelas pessoas”, afirmou rejeitando assumir as responsabilidades de que a oposição lhe tenta atribuir no que ao desemprego diz respeito. “Não fui que que fiz políticas erradas e que fiz com que fechassem muitas empresas e mandassem trabalhadores para o desemprego. Quem fez essas medidas é que deve assumir a responsabilidade”, rematou.

Na abertura da Feira de Emprego, Formação e Empreendedorismo a mensagem foi de “esperança e confiança às pessoas e agentes económicos”. Um propósito assumido pelo vice-presidente da autarquia que aos desempregados e jovens elencou o conjunto de instrumentos de que o município de dispõe na área de promoção do emprego. “Não nos podemos resignar”, afirmou José Francisco Rolo, lembrando que o desenvolvimento só acontece à custa de “empresários resistentes”.

Uma “atitude proativa”, foi o que a diretora do Centro de Emprego de Arganil veio pedir aos oliveirenses. “Nenhum de nós pode deitar a toalha ao chão”, afirmou Fernanda Dias, desafiando os desempregados a não esmorecerem na luta de procurar emprego, não devendo deixar de enviar currículos. Neste domínio, a responsável destacou ainda a importância da formação que “também serve para ganhar nova confiança e auto-estima”.

A Feira de Emprego de Oliveira do Hospital decorre, até amanhã, na tenda localizada no Largo Ribeiro do Amaral, onde mais de duas dezenas de entidades disponibilizam informação de emprego e formação. De entre as várias atividades previstas, destaque para o lançamento da edição 2013 do Empreender+ que terá lugar amanhã, pelas 17h30.

LEIA TAMBÉM

GNR deteve traficante de estupefacientes no concelho de Oliveira do Hospital

A GNR deteve ontem um homem de 32 anos por tráfico de estupefacientes e posse …

O Tabuense e Maavim entregam primeiras ajudas à Santa Casa da Misericórdia de Tábua

O jornal “O Tabuense” e o Movimento Associativo Apoio Vítimas Incêndio Midões (Maavim) deram hoje …