Home - Últimas - Pampilhosa da Serra apoia natalidade com subsídios de cinco e dez mil euros

Pampilhosa da Serra apoia natalidade com subsídios de cinco e dez mil euros

A Câmara Municipal de Pampilhosa da Serra, aprovou, em reunião de câmara realizada a dia 25 de outubro a proposta de aumento da medida de apoio à natalidade “A Minha Primeira Ajuda”. A partir deste momento, passará a ser atribuído às famílias, de forma faseada, o valor de cinco mil euros, pelo nascimento do primeiro e segundos filhos, e de 10 mil euros pelo nascimento do terceiro e seguintes.

O Presidente da Câmara Municipal de Pampilhosa da Serra frisou que a ideia deste reforço é “poder ajudar não apenas na aquisição de bens para a criança, mas inclusivamente na mensalidade da creche”. Perante o “problema de desertificação do interior e da baixa natalidade a nível nacional”, Jorge Custódio expressou que é importante, “para cada um dos concelhos”, tomar “algumas medidas que pelo menos minimizem esse impacto”, colmatando de igual modo a insuficiência de apoios a este nível por parte do poder central.

A medida “A Minha Primeira Ajuda”, está implementada desde 2008 e tem vindo a sofrer algumas alterações desde então, sendo esta a mais expressiva até à data. Recorde-se que de acordo com a última atualização, o valor atribuído era de 1500 euros pelo nascimento do primeiro e segundos filhos e de 5000 euros pelo nascimento do terceiro e seguintes.

Simultaneamente, este apoio contribui para estimular o desenvolvimento do comércio local, uma vez que o valor é atribuído sob a forma de vales que poderão ser utilizados nos espaços comerciais, desde que, claro está, sejam utilizados na compra de bens e produtos para a criança.

LEIA TAMBÉM

Três bombeiros e um sapador florestal feridos no incêndio da Serra da Estrela

Três bombeiros e um sapador florestal sofreram hoje ferimentos ligeiros quando combatiam o incêndio que …

Góis espera mais de 15 mil motards de 18 a 21 de Agosto

A vila de Góis espera mais de 15 mil motards na 29.ª Concentração Internacional de …