Home - Últimas - Patrões podem medir temperatura e impedir colaboradores de trabalhar com febre

Patrões podem medir temperatura e impedir colaboradores de trabalhar com febre

A partir de agora os patrões já podem medir a temperatura dos trabalhadores e impedi-los de trabalhar com febre, mas não podem guardar registos. A medida excecional e temporária é tomada no contexto da pandemia e a monitorização serve apenas para proteção da saúde do próprio e de terceiros.

A medição de temperatura é uma das principais medidas de prevenção na China e está a ser aplicada em grande parte do mundo. Em Portugal, apenas nos aeroportos, hospitais e algumas empresas como o Metro de Lisboa a medição da febre já estava a ser feita a quem entra nos edifícios.

O Governo já tinha acenado com a medida que foi na sexta-feira transformada em lei à revelia das dúvidas da Comissão Nacional de Proteção de Dados e da Ordem dos Advogados que considerou ilegal medir temperatura aos trabalhadores.

LEIA TAMBÉM

Gouveia oferece dois bilhetes com desconto de cinco euros no comércio local e sorteio de dez mil euros em prémios

O município de Gouveia laçou uma campanha, que se prolonga até ao dia 2 de …

Natal na área da Comunidade Intermunicipal das Beiras e Serra da Estrela oferece animação e procura recuperar tradições

A Serra da Estrela conta com festividades alusivas a esta época que não esquecem as …