Home - Sociedade - PJ deteve em Nelas homem condenado por tráfico de pessoas
Funcionário público detido na região de Viseu por apropriação de objectos apreendidos judicialmente

PJ deteve em Nelas homem condenado por tráfico de pessoas

A PJ identificou e deteve um homem condenado pelo Tribunal de Nelas a uma pena de dezasseis anos de prisão, por liderar uma grupo que se dedicava ao tráfico de pessoas para fins de exploração laboral. O homem, com 66 anos de idade, integrava e liderava um grupo que, entre os anos de 2007 e 2011, se dedicou ao tráfico de pessoas, entre Portugal e Espanha.

“No país vizinho as vítimas desempenhavam tarefas agrícolas diversas e eram obrigadas a trabalhar em condições degradantes, desumanas, sem receber salário, sendo coagidas e ameaçadas quando manifestavam o desejo de regressar a casa”, refere uma nota da PJ.

O detido foi condenado à pena única de 16 anos de prisão pelo Tribunal Judicial de Nelas, na sequência de um processo em 6 de Junho de 2011. Mas encontrava-se foragido à justiça, tendo agora sido localizado, detido e conduzido a Estabelecimento Prisional para cumprimento da pena, uma das mais graves aplicadas no nosso país pelo crime de tráfico de pessoas.

LEIA TAMBÉM

Semana europeia da mobilidade assinalada com ciclismo nas escolas de Seia

O Município de Seia, a propósito da Semana Europeia da Mobilidade, e operacionalizada pela Associação …

Município de Gouveia assegura transportes escolares durante greve rodoviária

O Município de Gouveia está a assegurar o transporte escolar, devido à greve dos transportes, …