Home - Sociedade - PJ deteve em Nelas homem condenado por tráfico de pessoas
Funcionário público detido na região de Viseu por apropriação de objectos apreendidos judicialmente

PJ deteve em Nelas homem condenado por tráfico de pessoas

A PJ identificou e deteve um homem condenado pelo Tribunal de Nelas a uma pena de dezasseis anos de prisão, por liderar uma grupo que se dedicava ao tráfico de pessoas para fins de exploração laboral. O homem, com 66 anos de idade, integrava e liderava um grupo que, entre os anos de 2007 e 2011, se dedicou ao tráfico de pessoas, entre Portugal e Espanha.

“No país vizinho as vítimas desempenhavam tarefas agrícolas diversas e eram obrigadas a trabalhar em condições degradantes, desumanas, sem receber salário, sendo coagidas e ameaçadas quando manifestavam o desejo de regressar a casa”, refere uma nota da PJ.

O detido foi condenado à pena única de 16 anos de prisão pelo Tribunal Judicial de Nelas, na sequência de um processo em 6 de Junho de 2011. Mas encontrava-se foragido à justiça, tendo agora sido localizado, detido e conduzido a Estabelecimento Prisional para cumprimento da pena, uma das mais graves aplicadas no nosso país pelo crime de tráfico de pessoas.

LEIA TAMBÉM

Arrancou a quarta fase do projecto Sistema Integrado de Videovigilância para a Prevenção de Incêndios Florestais

A Comunidade Intermunicipal (CIM) da Região de Coimbra realizou, hoje, uma visita à torre do …

Tábua aposta na ciclovia

A Câmara Municipal de Tábua está a realizar uma intervenção que na Avenida Dr. Castanheira …