Home - Sociedade - PJ investiga avaria aparelho de ressonância de um milhão no hospital da Guarda

PJ investiga avaria aparelho de ressonância de um milhão no hospital da Guarda

O Hospital Sousa Martins, na Guarda, é o único na Beira Interior que tem uma máquina de ressonância magnética, comprado há menos de dois anos e que nunca funcionou. Com um custo superior a um milhão de euros, já se encontra avariada e, de acordo com o Jornal de Notícias, a avaria é fruto de acção humana.

A administração do hospital está a realizar uma auditoria interna e remeteu o processo para a Inspecção das Actividades em Saúde e para a Polícia Judiciária (PJ). O objectivo é apurar quem desligou a máquina, pois este acto custou a operacionalidade da mesma e o arranjo está orçamentado em 100 mil euros.

Fonte ligada ao processo explicou ao Jornal de Notícias o que aconteceu: ao desligar a máquina, o hélio – que arrefece os ímanes da máquina e permite a captura de imagens – evapora.

“Quando tal acontece, o magneto, que é a peça fundamental para a realização do exame, deixa de flutuar e com o passar do tempo fica danificado”, referiu.

LEIA TAMBÉM

Cadela deixou Noah porque não cabia na vedação onde menino passou

Director da PJ da Guarda explicou, esta tarde, os contornos em que a cadela se …

Américo Pinto é o candidato do JPNT – Seia à Junta da União de Freguesias de Seia, São Romão e Lapa dos Dinheiros.

O candidato do movimento independente Juntos Pela Nossa Terra – Seia (JPNT) à Junta da …