Home - Região - Oliveira do Hospital - Poetizar Alvôco. Autor: Alexandre Relvas.
Anoitecer em Alvôco. Autor: Alexandre Relvas

Poetizar Alvôco. Autor: Alexandre Relvas.

10934433_906694159350509_1747892557_n

Ouve-se o silêncio junto ao rio
Sob o céu do mundo;
A electricidade da alma
Move a liberdade nas águas límpidas

As paixões cantam sobre as águas
E o corpo estende-se entre as pedras
No perfume natural da liberdade;

Cheira-se a felicidade do sol,
Canta-se incessantemente a vida
E o tempo diminui na moldura montanhesa da aldeia.

Afasta-se o caos com o toque da face na água
E explode-se o vulcão da paz dentro da alma.

Os pássaros cantam como se renascesse a vida
E há-de alguém ouvir a sua melodia
Para se apaixonarem nas margens do rio Alvôco.

foto_2054Autor: Alexandre Relvas

LEIA TAMBÉM

COP26 – A tentativa de controlar a estufa da Terra. Autor: Joaquim C.G. Esteves da Silva

As Conferências das Partes da Convenção-Quadro das Nações Unidas para as Alterações Climáticas (COP) tiveram …

 “Até sempre coronel Rui Santos Silva!  Viva o 25 de Abril!”. Autor: João Dinis

Ao saber de teu falecimento faço – “Sentido!” – eu que não fui nem sou …