Home - Região - Freguesias - População de Póvoa de S. Cosme pede à Junta e à Câmara “igualdade de serviços públicos”
Póvoa de S. Cosme pede à Junta e à Câmara “igualdade de serviços públicos”

População de Póvoa de S. Cosme pede à Junta e à Câmara “igualdade de serviços públicos”

Os habitantes da povoação de Póvoa de S. Cosme, pertencente à União das Freguesias de Ervedal e Vila Franca da Beira – concelho de Oliveira do Hospital – pretendem que seja criado na localidade  um posto de atendimento para tratar do Cadastro Predial (que é obrigatório no no concelho de Oliveira do Hospital) e requerem igualmente a deslocação de técnicos de saúde à localidade para prestar cuidados de enfermagem à população. Para o efeito enviaram um abaixo-assinado, com 25 subscritores, representando cerca de 15 por cento da população, para a Junta de Freguesia e para a Câmara Municipal.

Os promotores da iniciativa salientam que “após insistências várias, inclusive com a entrega (Junho) de um abaixo-assinado idêntico ao presente, já funciona em Vila Franca da Beira, duas vezes por semana, um posto de atendimento para a feitura do Cadastro Predial” o que evita a deslocação da população desta Localidade a Ervedal da Beira. Aquilo que pretendem, sublinham, é colocar a população de Fiais da Beira, Póvoa de S. Cosme, Vila Franca da Beira e Ervedal da Beira “em igualdade de circunstâncias perante determinados serviços públicos”. Mantém, por isso, também a exigência da criação de uma “delegação” da Junta de Freguesia da União das Freguesias, na Póvoa de S. Cosme e em Fiais da Beira, à semelhança aliás daquilo que há em Vila Franca da Beira.

A criação de Transportes de acesso público (pelo menos uma vez por semana) de Fiais da Beira e de Póvoa de S. Cosme até ao Ervedal da Beira é outras das reclamações da população. Uma reivindicação que, segundo o elemento da assembleia da Junta de Freguesia João Dinis, já passou por outro abaixo-assinado que foi entregue na Junta de Freguesia da União das Freguesias de Ervedal e Vila Franca da Beira e na Câmara Municipal de Oliveira do Hospital. “Lamentavelmente, ainda sem resposta positiva por parte destas autarquias o que já configura um grande desrespeito pelas necessidades da População abrangida”, confessam os fomentadores desta iniciativa, prometendo não desistir até atingirem os objectivos.

 

LEIA TAMBÉM

Seis detidos por tráfico de droga em Moimenta da Beira, Coimbra e Lisboa

O Núcleo de Investigação Criminal (NIC) da GNR de Moimenta da Beira deteve cinco homens …

Filmagens de Velocidade Furiosa arrancam na próxima semana e cortam estradas na zona Centro durante um mês

As filmagens da saga de Hollywood “Velocidade Furiosa”, que está a ser filmada na região …