Home - Outros Destaques - Presidente da Assembleia de Freguesia bate com a porta na junta de Santa Ovaia e Vila Pouca da Beira

Presidente da Assembleia de Freguesia bate com a porta na junta de Santa Ovaia e Vila Pouca da Beira

O presidente da Assembleia de Freguesia da União de Freguesias de Santa Ovaia e Vila Pouca da Beira, concelho de Oliveira do Hospital, demitiu-se e a reunião daquele órgão que estava agendada para as 18h00 de hoje já não se vai realizar. Vítor Costa disse ao CBS que tomou esta decisão por “ter alguém à sua volta que não sabe analisar a verdade”. A pessoa em causa é a secretária da Junta com quem o CBS não conseguiu falar, mas que Vítor Costa acusa de “pensar que é dona de Vila Pouca da Beira”, de cortar as pernas a várias ideias e de tentar desmentir factos comprovados. O presidente daquela autarquia, Licínio Neves, por seu lado, limitou-se a confirmar que recebeu a carta de demissão, mas recusou-se a comentar as razões.

“Quando querem deturpar a verdade eu afasto-me. Estar a lutar por uma causa que não será entendida não é comigo”, explicou Vítor Costa ao CBS, adiantando que o presidente da Câmara Municipal de Oliveira do Hospital ainda o tentou demover da sua intenção, mas acabou mesmo por seguir os regulamentos, enviando a carta de demissão ao Presidente da Junta. “Tudo começou com uma infestação de pulgas em Vila Pouca, um caso que comentei no facebook. Logo a seguir a secretária da junta tratou de desmentir. Mas boca-a-boca, sem dar a cara como eu. E sem provas. Coisa que eu tinha porque houve pessoas afectadas que fotografei. Depois começaram a dizer que a haver pulgas seria de dois gatos que andam por lá, que não são meus, mas aos quais pago as despesas dos tratamentos”, sublinha. “Não gosto mesmo de estar ao lado de quem deturpa a verdade, daí esta decisão”.

Vítor Costa explica ainda “que tanto que era verdade que dois dias depois de ter denunciado o caso, o presidente da Junta mandou desinfestar alguns locais”. Mas para a sua tomada de posição contribuíram também o facto de terem sido recusadas, entre outras duas das suas propostas. Uma delas passava pela criação de uma escola de rádio para os mais novos, a qual não acarretaria custos e uma outra por colocar uma vitrina para afixar os editais e os avisos “onde as pessoas pudessem ler em condições e não afixados de qualquer maneira”. “Infelizmente a senhora secretária tem a mania que é dona de Vila Pouca da Beira”, conta.

O presidente da Junta confirmou ao CBS que recebeu o pedido de demissão de Vítor Costa, mas recusou-se a comentar tal tomada de posição. “O que posso dizer é que tivemos e mantemos boas relações. Ninguém tem queixa dele, nem ele de nós [Vítor Costa confirma que nada tem contra o presidente e o tesoureiro]. Agora temos de seguir os regulamentos e será promovido a presidente da Assembleia de Freguesia quem se encontrava a seguir na lista”, diz Licínio Neves, sublinhando ainda que desconhecer que estivesse alguma assembleia agendada para hoje. “Isso é só até ao fim do mês e não sei para quando está marcada, porque não sou eu que trato disso”, explicou. O ex-presidente da Assembleia de Freguesia, contudo, desmente esta versão. “Ele tinha de saber porque estava presente quando foi marcada”, frisou Vítor Costa.

LEIA TAMBÉM

CDU acusa a CM de Oliveira do Hospital de na pressa de construir o Campus educativo de ter abatido 135 castanheiros dentro da cidade

A CDU de Oliveira do Hospital acusa a Câmara Municipal de “na pressa política em …

 “Não podendo ser a CDU, a melhor solução para o concelho de Oliveira do Hospital seria a vitória do PSD/CDS-PP….”

O empresário António Lopes foi um dos principais mentores da candidatura que, em 2009, levou …