Home - Últimas - Presidente da AF Guarda não concorda com suspensão de 30 dias aplicada ao árbitro Rui Ventura

Presidente da AF Guarda não concorda com suspensão de 30 dias aplicada ao árbitro Rui Ventura

O presidente da direcção da Associação de Futebol da Guarda não concorda com o castigo de 30 dias de suspensão que o Conselho de Disciplina (CD) aplicou ao árbitro Rui Ventura. Amadeu Poço voltou, porém, a vincar que não existem divergências de opiniões que coloquem em causa as relações entre os dois órgãos. O dirigente, em declarações à Rádio F, esclareceu ainda que até transmitiu essa mensagem em reuniões que teve com a APAF e os três núcleos de árbitros do distrito.

Amadeu Poço sublinha ainda que a direcção da AF Guarda não interferiu neste processo e rejeita que alguma vez tenha dito que havia árbitros que concordavam com esta suspensão. O presidente da Associação de Futebol da Guarda fala em tentativas de criar conflitos entre os diversos órgãos da AF Guarda e admite recorrer aos tribunais para “limpar o bom nome da Associação”.

Recorde-se que os árbitros ponderam avançar para uma greve alegadamente devido às medidas tomadas pelo Conselho de Disciplina da AF Guarda. Os árbitros pedem mesmo a demissão do presidente daquele órgão e a Associação Portuguesa de Árbitros de Futebol (APAF) esteve reunido com a Direcção e Conselho de Arbitragem da AF Guarda para lhes dar conta da insatisfação dos juízes devido a alegadas “faltas de respeito e abuso de poder do presidente do Conselho de Disciplina [José Sarmento]”.

LEIA TAMBÉM

IPMA prolonga aviso amarelo devido ao frio

O IPMA prolongou o aviso amarelo até às 11h00 de quinta-feira nos distritos de Vila …

Equipa de ciclismo Tavfer-Ovos Matinados-Mortágua aposta na continuidade do “trabalho desenvolvido em 2022”

A Equipa Continental UCI Tavfer-Ovos Matinados-Mortágua para a nova temporada foi apresentada no auditório do …