Home - Outros Destaques - Presidente da CM de Oliveira do Hospital anunciou obras de 2,35 milhões para o Centro de Saúde, mas continua sem resposta para atrasos na Casa da Cultura

Presidente da CM de Oliveira do Hospital anunciou obras de 2,35 milhões para o Centro de Saúde, mas continua sem resposta para atrasos na Casa da Cultura

O presidente da CM de Oliveira do Hospital, desafiado pelo líder da concelhia do PS, Carlos Maia, desfiou um rol de obras que a autarquia está a realizar no concelho e anunciou que o Centro de Saúde da cidade vai ser alvo de uma intervenção a rondar os 2,35 milhões de euros. José Francisco Rolo, que falava na última Assembleia Municipal, referiu ainda que as obras devem arrancar brevemente e que o projecto está “sinalizado no PRR com 1 milhão e 100 mil Euros”, mas vai custar mais do dobro.

“Mas vamos em frente”, disse o autarca, frisando que “as populações nunca serão abandonadas”, apesar dos elevados índices de inflação e do aumento dos encargos da autarquia com factores como a energia e revisão de preços das empreitadas. “A actividade da Câmara Municipal não tem parado. Faz o seu trabalho com sentido de missão. A actividade é feita de coisas que correm bem, outras menos bem e umas que acontecem mal. Estamos aqui para ouvir as críticas, corrigir situações e trabalhar para resolver problemas. Vou aos locais. Ouço os telefonemas. Procuro perceber as dificuldades”, sublinhou José Francisco Rolo que continua sem ter uma resposta concreta para o enorme atraso, de anos, que se verifica na obra da Casa da Cultura.

Tal como tem feito em várias ocasiões voltou a falar em negociações, sem nunca referir prazos ou uma solução. Isto numa altura em que a oposição garante que, segundo o que está contratualizado o empreiteiro, devido aos atrasos, já deve, em penalizações, à autarquia uma verba superior à que foi contratualizada para a empreitada. O líder da oposição Francisco Rodrigues considera mesmo que o município, em defesa dos cidadãos, tem de cobrar os montantes em dívida. José Francisco Rolo, contudo, voltou a garantir que “a questão está a ser dialogada com seriedade” para “encontrar soluções”. “Assumimos o atraso considerável da obra. Queremos chegar a um entendimento com os intervenientes com vista a uma célere resolução para ver a obra concluída o mais rápido possível, sem comprometer as empresas, os seus funcionários e as suas famílias”, rematou.

José Francisco Rolo explicou ainda que “de Janeiro a 31 de Agosto”, o município investiu 2 milhões e 987 mil Euros “em várias obras que já originaram 1 milhão e 500 mil Euros de reembolso de fundos comunitários”. O autarca assegura ainda que “em obras sem financiamento, que saem do Orçamento Municipal, foram investidos, durante o mesmo período, 509 mil Euros”. “Estamos a falar de três milhões e meio de investimento, já com trabalhos complementares e acréscimo das obras”, frisou. “As respostas dos nossos serviços têm sido exemplares”, continuou, concluindo que as obras se têm vindo a arrastar, não apenas em Oliveira do Hospital, mas em todo o país.

LEIA TAMBÉM

Choque frontal em Seixo da Beira provoca ferido grave

Um choque frontal entre dois veículos ligeiros de mercadorias hoje de manhã em Seixo da …

Petição pública pretende “salvar Açude da Ribeira” e retirar a estrutura já instalada no âmbito da requalificação do espaço

Um movimento de munícipes do concelho de Oliveira do Hospital lançou ontem uma petição pública …