Home - Outros Destaques - Presidente da Junta quer medidas da CM de Oliveira do Hospital para praia de Avô recuperar Bandeira Azul no próximo ano

Presidente da Junta quer medidas da CM de Oliveira do Hospital para praia de Avô recuperar Bandeira Azul no próximo ano

O presidente da Junta de Freguesia de Avô acusa os serviços da Câmara Municipal de Oliveira do Hospital de não terem conseguido manter o nível da qualidade da água exido pelos padrões dos responsáveis que atribuem a distinção da Bandeira Azul. José Carlos Ferreira lamenta que os serviços do município não tenham realizado um serviço capaz para aquele espaço renovar o galardão que hasteou nos dois últimos anos.

“Espero que a CM de Oliveira do Hospital tome as medidas necessárias para que no próximo ano a praia volte a ter a Bandeira Azul, naquela que já foi a praia mais acessível do país”, continua José Carlos Ferreira, um dos poucos autarcas eleitos pelo PSD no concelho nas últimas autárquicas. “A responsabilidade é dos serviços camarários que deveriam ter outra atenção”, frisa.

A Praia Fluvial de Avô, no concelho de Oliveira do Hospital, é banhada pelo rio Alva e pela ribeira de Pomares. Esta variação de dois cursos de água formam a conhecida Ilha do Picoto, onde está instalada uma agradável zona de merendas. Esta praia é constituída por dois açudes de água na zona circundante da ilha, com um ponto de passagem de peões, uma piscina infantil alimentada com água do rio, zonas de relva, equipamento para piqueniques, balneários e zonas pedonais.

Oliveira do Hospital só tem neste momento uma praia fluvial com bandeira azul: Alvôco das Várzeas. Portugal, pelo contrário, tem agora mais 12 praias fluviais galardoadas com Bandeira Azul do que em 2020, num total de 372, distribuídas por 98 municípios, cinco dos quais entram pela primeira vez na lista, anunciou esta quinta-feira o Programa Bandeira Azul.

Praias interiores (27):
Quinta do Barco (Sever do Vouga); Aldeia Viçosa e Valhelhas (Guarda); Lapa dos Dinheiros e Loriga (Seia); Palheiros-Zorro e Rebolim (Coimbra); Reconquinho e Vimieiro (Penacova); Bogueira e Senhora da Piedade (Lousã); Peneda e Alvares (Góis); Côja, Peneda Cascalheira-Secarias e Piódão (Arganil); Alvôco das Várzeas (Oliveira do Hospital); Louçainha (Penela); Janeiro de Baixo, Pessegueiro e Santa Luzia (Pampilhosa da Serra); Açude do Pinto (Oleiros); Agroal (Ourém); Bostelim (Vila de Rei); Carvoeiro (Mação); Aldeia do Mato e Fontes (Abrantes).

Foto: Aldeias do Xisto

LEIA TAMBÉM

Número de casos de COVID-19 disparou para os 52 em Oliveira do Hospital e teme-se regresso ao confinamento

Oliveira do Hospital conheceu 26 novos casos de COVID-19 nos últimos três dias, elevando o …

CM de Oliveira do Hospital devolve IMI a associações e colectividades concelhias

Oliveira do Hospital e Tábua em risco de voltarem ao confinamento dentro de uma semana

O concelho de Oliveira do Hospital e Tábua estão entre os 27 concelhos em risco …