Home - Últimas - Presidente de Manteigas teme que projecto Geopark Estrela possa ruir e diz que há municípios desagradados

Presidente de Manteigas teme que projecto Geopark Estrela possa ruir e diz que há municípios desagradados

O presidente da câmara de Manteigas não está satisfeito com a forma como o processo do Geopark Estrela está a evoluir e teme que depois depois de ser reconhecido oficialmente como Geopark Mundial da Unesco os nove municípios, entre eles Celorico da Beira e Oliveira do Hospital, que o integram ainda não tenham realizado uma única reunião da direcção, nem da Assembleia Geral. Esmeraldo Carvalinho refere que há mais autarcas insatisfeitos e que esta classificação não é eterna. Sublinha ainda que espera bom senso de todos, embora reconheça que, por vezes, seja difícil aos autarcas “resistirem aos órgãos internos do partido a que pertencem ou mesmo à oposição.

“Mas isto não devia fazer parte das lutas partidárias. Já devia ter reunido a direcção e a assembleia geral. Já se devia ter legalizado a sede. Terá de haver novos órgãos ou então que perdurem os que existem. Há muita coisa a ser discutida”, sublinha Esmeraldo Carvalhinho, para quem a importância do assunto não pode ficar pelas parangonas dos jornais e dos cartazes. “A classificação não é eterna e a qualquer momento a UNESCO pode rever a situação. Basta que um dos nove municípios saia para o processo cair”, frisa o autarca que aconselha bom senso a todos. “Em devido tempo o processo será reavaliado. E por isso convém que todas as partes envolvidas no processo estejam unidas”, pede.

O autarca defende ainda que o local indicado para a sede da Geopark Estrela é o concelho de Manteigas. Esmeraldo Carvalhinho aponta como argumentos, entre outros, a localização mesmo no centro daquele território. E espera que este assunto não venha a ser politizado. “Sei que muitas vezes é difícil resistir às pressões internas dos órgãos a que pertencemos e para resistir à oposição,mas espera-se bom senso neste caso. As pressões políticas são fortes, mas penso que somos todos pessoas de bom-senso, porque a saída de um município é como uma bomba atómica”, concluiu.

O Estrela Geopark inclui parte ou a totalidade dos nove municípios que se estruturam em torno da Serra da Estrela – Belmonte, Celorico da Beira, Covilhã, Fornos de Algodres, Gouveia, Guarda, Manteigas, Oliveira do Hospital e Seia, factor que lhes confere identidade e coesão territorial.

LEIA TAMBÉM

Semana europeia da mobilidade assinalada com ciclismo nas escolas de Seia

O Município de Seia, a propósito da Semana Europeia da Mobilidade, e operacionalizada pela Associação …

Município de Gouveia assegura transportes escolares durante greve rodoviária

O Município de Gouveia está a assegurar o transporte escolar, devido à greve dos transportes, …