Home - Últimas - Presidente de Manteigas teme que projecto Geopark Estrela possa ruir e diz que há municípios desagradados

Presidente de Manteigas teme que projecto Geopark Estrela possa ruir e diz que há municípios desagradados

O presidente da câmara de Manteigas não está satisfeito com a forma como o processo do Geopark Estrela está a evoluir e teme que depois depois de ser reconhecido oficialmente como Geopark Mundial da Unesco os nove municípios, entre eles Celorico da Beira e Oliveira do Hospital, que o integram ainda não tenham realizado uma única reunião da direcção, nem da Assembleia Geral. Esmeraldo Carvalinho refere que há mais autarcas insatisfeitos e que esta classificação não é eterna. Sublinha ainda que espera bom senso de todos, embora reconheça que, por vezes, seja difícil aos autarcas “resistirem aos órgãos internos do partido a que pertencem ou mesmo à oposição.

“Mas isto não devia fazer parte das lutas partidárias. Já devia ter reunido a direcção e a assembleia geral. Já se devia ter legalizado a sede. Terá de haver novos órgãos ou então que perdurem os que existem. Há muita coisa a ser discutida”, sublinha Esmeraldo Carvalhinho, para quem a importância do assunto não pode ficar pelas parangonas dos jornais e dos cartazes. “A classificação não é eterna e a qualquer momento a UNESCO pode rever a situação. Basta que um dos nove municípios saia para o processo cair”, frisa o autarca que aconselha bom senso a todos. “Em devido tempo o processo será reavaliado. E por isso convém que todas as partes envolvidas no processo estejam unidas”, pede.

O autarca defende ainda que o local indicado para a sede da Geopark Estrela é o concelho de Manteigas. Esmeraldo Carvalhinho aponta como argumentos, entre outros, a localização mesmo no centro daquele território. E espera que este assunto não venha a ser politizado. “Sei que muitas vezes é difícil resistir às pressões internas dos órgãos a que pertencemos e para resistir à oposição,mas espera-se bom senso neste caso. As pressões políticas são fortes, mas penso que somos todos pessoas de bom-senso, porque a saída de um município é como uma bomba atómica”, concluiu.

O Estrela Geopark inclui parte ou a totalidade dos nove municípios que se estruturam em torno da Serra da Estrela – Belmonte, Celorico da Beira, Covilhã, Fornos de Algodres, Gouveia, Guarda, Manteigas, Oliveira do Hospital e Seia, factor que lhes confere identidade e coesão territorial.

LEIA TAMBÉM

Homem de 83 anos encontrado morto dentro de um poço em Nelas

Um homem de 83 anos foi hoje encontrado morto dentro de um poço, numa localidade …

IP3

Sonho da duplicação do IP3 continua a ser alimentado por consulta publica que decorre até Julho

O Estudo de Impacte Ambiental da duplicação e requalificação do IP3 entre o nó de …