Home - Últimas - Prisão preventiva para suspeito de violência doméstica na Lousã

Prisão preventiva para suspeito de violência doméstica na Lousã

Um homem de 46 anos da Lousã a quem o tribunal tinha aplicado uma suspensão provisória de processo por violência doméstica foi agora preso preventivamente, após suspeitas de voltar a praticar o mesmo crime.

Na sequência de um inquérito por suspeitas de violência doméstica em Março de 2020, o arguido viu-lhe ser aplicada, em Janeiro deste ano, a suspensão provisória do processo, após ter ficado indiciado que o arguido teria molestado “física, verbal e psicologicamente a vítima”, com quem esteve casado, explicou o Ministério Público (MP).

Para a suspensão do processo, o arguido teria de frequentar entrevistas de acompanhamento com um técnico da Direcção Geral de Reinserção e Serviços Prisionais (DGRSP) para prevenir factos semelhantes no futuro, assim como não contactar por qualquer meio, “nem molestar, física ou psicologicamente”, a vítima. De acordo com o MP, “não obstante, o arguido, durante o período da suspensão provisória do processo, continuou a dirigir insultos e ameaças à vítima, tendo, numa ocasião, rasgado o vestido que envergava e, noutra, desferido um empurrão que a projectou contra um muro”.

Mediante a violação das medidas que lhe tinham sido aplicadas, o Ministério Público decidiu avançar com uma acusação e ordem de detenção. “A investigação foi dirigida pelo Ministério Público da unidade local da Lousã do Departamento de Investigação e Acção Penal da comarca de Coimbra, com a coadjuvação do Posto Territorial da Lousã da GNR”.

LEIA TAMBÉM

Presidente da AF Guarda não concorda com suspensão de 30 dias aplicada ao árbitro Rui Ventura

O presidente da direcção da Associação de Futebol da Guarda não concorda com o castigo …

Outono chega amanhã marcado pela chuva e trovoada

Depressão centrada nos Açores responsável por chuva forte até sexta-feira e ANEPC lança alerta

O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) alertou hoje para a ocorrência de …