Home - Economia - Produção de vinho do Dão pode ter quebra de 25 por cento este ano
Produção de vinho do Dão pode ter quebra de 25 por cento este ano

Produção de vinho do Dão pode ter quebra de 25 por cento este ano

A produção de vinho em Portugal deverá diminuir este ano 5,7 por cento face à campanha passada, para cerca de 5,9 milhões de hectolitros. A causa está na redução da quantidade na maioria das regiões, referiu hoje o Instituto da Vinha e do Vinho (IVV). A quebra mais acentuada deverá acontecer na região do Dão, com menos 25 por cento que no ano anterior.

O IVV, explica, que na maioria das regiões onde se perspectiva uma quebra de produção, as vinhas foram “afectadas por vários agentes, destacando-se o míldio e o oídio, que se desenvolveram devido a condições climáticas adversas”. Na Madeira, no Minho, no Douro e Porto e nas regiões da Beira Atlântico e Terras da Beira é esperada uma redução de dez por cento na produção. Em Trás-os-Montes a quebra poderá chegar aos 15 por cento e nas regiões do Tejo e de Lisboa deverá ficar-se pelos cinco por cento. A quebra de produção mais acentuada deverá acontecer na região das Terras do Dão, com uma estimativa de menos 25 por cento face à campanha anterior.

A Península de Setúbal, dos Açores, das Terras de Cister e do Algarve, “onde pode haver aumentos entre 10 e 20 por cento, motivados por condições climatéricas favoráveis a um bom desenvolvimento vegetativo das videiras”, são as excepções no panorama nacional. No Alentejo, porém, a previsão aponta também para uma produção semelhante à da campanha passada, apresentando as uvas “um bom aspecto sanitário”.

O Instituto da Vinha e do Vinho é um órgão público que tem por missão controlar a organização institucional do sector vitivinícola, auditar o sistema de certificação de qualidade, acompanhar a política comunitária e preparar as regras para a sua aplicação, além de participação na coordenação e supervisão da promoção dos produtos vitivinícolas.

Foto: www.enovitis.com

 

LEIA TAMBÉM

“É altura de dizer basta… já chega de brincarem connosco”

O candidato a deputado pelo círculo de Coimbra Fernando Tavares Pereira criticou hoje aquilo que …

Faleceu o padre José Moreira Martinho, figura reconhecida em Seia e que foi também pároco em São Gião

Faleceu o padre José Moreira Martinho, aos 96 anos, que se destacou pelo trabalho desenvolvido …