Home - Economia - PS de Seia acusa Governo de impedir a concretização do maior investimento alguma vez anunciado para a região
PS

PS de Seia acusa Governo de impedir a concretização do maior investimento alguma vez anunciado para a região

A Comissão Política do Partido Socialista de Seia veio hoje publicamente manifestar o seu “mais veemente protesto” pela decisão anunciada ontem pelo Governo de cancelar a construção da Barragem de Girabolhos. Os socialistas de Seia consideram que, “depois de todas as expectativas criadas e das diligências feitas, bem como da salvaguarda dos impactos ambientais”, esta decisão “é altamente penalizadora para o desenvolvimento do concelho de Seia” e impede “a concretização do maior investimento alguma vez anunciado para a região”.

“Estranha-se que, ao longo do processo de reavaliação do Plano Nacional de Barragens, não tenha sido dada qualquer explicação aos municípios. Trata-se de um comportamento incompreensível e inaceitável, que ignora as mais básicas regras de cordialidade, violando, simultaneamente, o princípio do dever de lealdade e respeito institucional entre entidades legítimas num Estado de Direito” pode-se ler num comunicado, no qual aquela estrutura socialista diz ainda estar sempre “ao lado das populações” e nunca se inibir de “defender os interesses do concelho de Seia, independentemente da cor política do governo”. Aquela estrutura, acrescenta ainda, que não aceita esta decisão e promete solicitar “uma reunião, com carácter de urgência, ao Secretário-geral do PS e Primeiro-Ministro, de modo a esclarecer, cabalmente, uma decisão desta natureza, suas causas e consequências”.

O PS de Seia, faz ainda saber, que “mantém a sua autonomia, o seu espírito crítico e a cultura de exigência em relação ao poder central… tendo em vista a resolução dos grandes problemas” da região, particularmente nas áreas do emprego e das acessibilidades”. Os socialistas de Seia consideram ainda que relativamente a estas matérias o actual Governo tem de fixar compromissos. E, a concluir, afirmam que “não trocam a defesa intransigente dos interesses” do concelho de Seia “por qualquer estratégia de natureza partidária”.

LEIA TAMBÉM

Presidente da AF Guarda não concorda com suspensão de 30 dias aplicada ao árbitro Rui Ventura

O presidente da direcção da Associação de Futebol da Guarda não concorda com o castigo …

Outono chega amanhã marcado pela chuva e trovoada

Depressão centrada nos Açores responsável por chuva forte até sexta-feira e ANEPC lança alerta

O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) alertou hoje para a ocorrência de …