Home - Economia - PS de Seia acusa Governo de impedir a concretização do maior investimento alguma vez anunciado para a região
PS

PS de Seia acusa Governo de impedir a concretização do maior investimento alguma vez anunciado para a região

A Comissão Política do Partido Socialista de Seia veio hoje publicamente manifestar o seu “mais veemente protesto” pela decisão anunciada ontem pelo Governo de cancelar a construção da Barragem de Girabolhos. Os socialistas de Seia consideram que, “depois de todas as expectativas criadas e das diligências feitas, bem como da salvaguarda dos impactos ambientais”, esta decisão “é altamente penalizadora para o desenvolvimento do concelho de Seia” e impede “a concretização do maior investimento alguma vez anunciado para a região”.

“Estranha-se que, ao longo do processo de reavaliação do Plano Nacional de Barragens, não tenha sido dada qualquer explicação aos municípios. Trata-se de um comportamento incompreensível e inaceitável, que ignora as mais básicas regras de cordialidade, violando, simultaneamente, o princípio do dever de lealdade e respeito institucional entre entidades legítimas num Estado de Direito” pode-se ler num comunicado, no qual aquela estrutura socialista diz ainda estar sempre “ao lado das populações” e nunca se inibir de “defender os interesses do concelho de Seia, independentemente da cor política do governo”. Aquela estrutura, acrescenta ainda, que não aceita esta decisão e promete solicitar “uma reunião, com carácter de urgência, ao Secretário-geral do PS e Primeiro-Ministro, de modo a esclarecer, cabalmente, uma decisão desta natureza, suas causas e consequências”.

O PS de Seia, faz ainda saber, que “mantém a sua autonomia, o seu espírito crítico e a cultura de exigência em relação ao poder central… tendo em vista a resolução dos grandes problemas” da região, particularmente nas áreas do emprego e das acessibilidades”. Os socialistas de Seia consideram ainda que relativamente a estas matérias o actual Governo tem de fixar compromissos. E, a concluir, afirmam que “não trocam a defesa intransigente dos interesses” do concelho de Seia “por qualquer estratégia de natureza partidária”.

LEIA TAMBÉM

Acidente IP3

Cinco feridos e corte da circulação na A1 entre Aveiro Sul e Mealhada devido a acidente

A auto-estrada A1 está cortada entre os nós de Aveiro Sul e da Mealhada, no …

Incêndio destrói escola de condução em Albergaria-a-Velha

Uma escola de condução em Albergaria-a-Velha foi totalmente consumida pelas chamas durante a manhã deste …