Home - Região - Oliveira do Hospital - PSD acusa Câmara Municipal de Oliveira do Hospital de utilizar cartazes de obras em curso como forma de pré-campanha eleitoral

PSD acusa Câmara Municipal de Oliveira do Hospital de utilizar cartazes de obras em curso como forma de pré-campanha eleitoral

Os placares que recentemente a Câmara Municipal de Oliveira do Hospital espalhou pelo concelho a dar conta das obras que vão decorrer em determinados locais são considerados pelos elementos do PSD exagerados. Os sociais democratas referem mesmo que a principal função daquelas estruturas é promover o actual executivo e não esclarecer sobre os trabalhos que vão ser executados. “São outdoors desproporcionais e não se vislumbra ali grande informação. É claramente um executivo em início de campanha eleitoral. Isto, parece-me, que é fazer propaganda com o dinheiro dos contribuintes”, acusou o eleito social-democrata Rafael Costa que interpelou o presidente da autarquia sobre este assunto na última Assembleia Municipal. Mas não recebeu qualquer resposta directa.

José Carlos Alexandrino, na altura, contornou a questão e optou por acusar a oposição de não querer as obras. Explicações sobre o tamanho dos cartazes nem uma palavra. “Há muitos não querem as obras. Deveriam era perguntar às populações se querem ou não as obras”, respondeu o autarca sem tocar uma única vez no assunto dos placares. “Não são as obras, a pergunta era sobre os outdoors”, retorquiu Rafael Costa, para quem este tipo de actuação já é habitual por parte do executivo da autarquia oliveirense. “É a conversa do costume. A tudo o que é susceptível de criar má imagem à Câmara simplesmente não respondem. Aproveitam para dizer o que lhes apetece, ignorando o que lhes foi questionado”, conta, sublinhando que há outras maneiras de passar a informação sobre as empreitadas de forma mais clara e rigorosa, sem tantos custos.

14445733_1271258186227436_317526018_nConsiderando que basicamente aquelas estruturas servem para fazer propaganda, Rafael Costa refere que a informação transmitida à população é nula. “São cartazes desproporcionais em tamanho que devem ter alguns custos porque as lonas são enormes e que não acrescentam nada sobre as obras que se vão realizar”, refere aquele eleito. “É apenas poluição visual”, remata, lamentando que não exista por parte dos responsáveis uma justificação clara para estes gastos.

Há outros elementos da oposição que temem ainda que o actual investimento nestas estruturas tenha em vista uma posterior utilização por parte do PS para colocar depois os seus cartazes na campanha eleitoral. “A cor de fundo destes que agora estão colocados já é cor-de-rosa, o que não me parece inocente. Só espero que não estejam a pensar em utilizar estas estruturas para depois serem utilizadas por quem actualmente detém o poder com os produtos de campanha eleitoral directa”, refere, por seu lado, o militante social-democrata André Duarte Feiteira.

Recorde-se que a autarquia está a lançar um conjunto de obras em vários pontos do concelho, tendo mesmo contraído um empréstimo no valor de dois milhões de euros para as concretizar. A verba destina-se a financiar um conjunto de 12 empreitadas que vão desde a requalificação e pavimentação da estrada municipal 510 entre Senhor das Almas e Nogueira do Cravo, com um custo estimado de 350 mil euros, passando requalificação e “refuncionalização” da Casa Amarela para centro de investigação e promoção da cidade romana da Bobadela, com um orçamento previsto de 250 mil euros. A requalificação da ponte da Adarnela, a segunda fase de pavimentação do caminho Monte Ruivo – Vale da Cabra, em Meruge, ou a requalificação da Avenida Nova em Ervedal da Beira estão também entre as obras a serem financiadas por aquele crédito.

LEIA TAMBÉM

Chega de Oliveira do Hospital vai recolher rapidamente o seu material de campanha em nome do ambiente

A concelhia do partido Chega de Oliveira do Hospital, concorrente ao acto eleitoral de domingo, …

Fernando Tavares Pereira considera “falsas e graves acusações” de Mário Almeida no caso do Centro de Exames de Condução de Tábua

Fernando Tavares Pereira desafiou o ainda presidente eleito pelos socialistas da Câmara Municipal de Tábua, …