Home - Sociedade - Quatro concelhos de três distritos em risco muito elevado de incêndio

Quatro concelhos de três distritos em risco muito elevado de incêndio

Quatro concelhos dos distritos de Coimbra, Castelo Branco e Faro apresentam hoje risco muito elevado de incêndio, de acordo com informação disponível na página da Internet do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

Sob risco muito elevado de incêndio estão os concelhos de Monchique (Faro), Pampilhosa da Serra e Arganil (Coimbra) e Covilhã (castelo Branco).

De acordo com o IPMA, há também vários concelhos dos distritos de Faro, Castelo Branco, Coimbra, Guarda, Viseu e Viana do Castelo em risco elevado de incêndio.

O risco de incêndio determinado pelo IPMA engloba cinco níveis, variando entre reduzido e máximo. O cálculo é feito com base nos valores observados às 13:00 de cada dia da temperatura do ar, humidade relativa, velocidade do vento e quantidade de precipitação ocorrida nas últimas 24 horas.

A Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC) registou no domingo 74 incêndios que foram combatidos por 703 bombeiros, apoiados por 196 veículos.

O IPMA prevê para hoje no continente céu pouco nublado ou limpo, apresentando-se temporariamente muito nublado no litoral a norte do cabo Raso até ao início da manhã e a partir do fim da tarde, vento fraco, soprando moderado de noroeste durante a tarde no litoral oeste e neblina ou nevoeiro matinal no litoral oeste.

Em Lisboa, Vila Real, Bragança e Faro prevê-se uma temperatura máxima de 22 graus Celsius, no Porto, Guarda, Ponta Delgada e Angra do Heroísmo 17, Beja e Castelo Branco 23, Viana do Castelo e Santa Cruz das Flores 18, Évora 24 e Funchal 21.

noticiasaominuto.com

LEIA TAMBÉM

Homem de 83 anos encontrado morto dentro de um poço em Nelas

Um homem de 83 anos foi hoje encontrado morto dentro de um poço, numa localidade …

IP3

Sonho da duplicação do IP3 continua a ser alimentado por consulta publica que decorre até Julho

O Estudo de Impacte Ambiental da duplicação e requalificação do IP3 entre o nó de …