Home - Outras notícias - Quatro emigrantes detidos em Chaves por desobediência à quarentena

Quatro emigrantes detidos em Chaves por desobediência à quarentena

Quatro emigrantes de Ribeira de Pena, que trabalham no Luxemburgo, foram detidos pela PSP de Chaves por “desobediência e desrespeito à quarentena que foi imposta”, disse hoje à Lusa fonte da força policial. Segundo o comandante da divisão de Chaves, Luís Alves, os emigrantes entraram em território português dia 22 de Março e foram notificados pela GNR presente na fronteira para permanecerem em quarentena durante os 14 dias determinados por lei.

Os emigrantes, com residência em Ribeira de Pena e com idades entre os 19 e 46 anos, foram hoje detidos em Chaves, no distrito de Vila Real, por “desobediência no âmbito do desrespeito à quarentena que foi imposta”.  Os detidos “vão ser notificados e presentes na quinta-feira no Tribunal Judicial de Chaves”, para conhecerem as medidas de coação aplicadas.

Já em Tomar, a PSP deteve hoje de manhã dois jovens, com 23 e 32 anos de idade, pelo crime de desobediência ao dever geral de recolhimento domiciliário, previsto no Estado de Emergência em vigor no nosso país. De acordo com a Polícia, os detidos já tinham sido avisados antes por outros elementos policiais.

LEIA TAMBÉM

Fiscalização da GNR sobre automobilistas levou a sete detenções

Mais 39 detenções e 649 estabelecimentos fechados devido às medidas do estado de emergência

“Até ‪às 18h00 de hoje, foram detidas por crime de desobediência, designadamente por violação da obrigação de confinamento obrigatório e …

Crédito Agrícola dá moratória de um ano para famílias e empresas

Depois da Caixa Geral de Depósitos (CGD), BPI e Santander, o Crédito Agrícola também decidiu …